Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

11
Abr17

11 # Existirá destino sem os sonhos?

Carolina Cruz

2413a2182834966574f8967764946b60.jpg

 

Manuel deu-lhe o número de telefone e Sara ficou de lhe ligar.
- Fica então combinado! – Disse ele.
- Boa noite. – Cumprimentou a tal rapariga loira encaixando-se no colo dele.
- Sara, esta é a Marta. Marta esta é a Sara. Uma amiga!
- Prazer. – Disseram ao mesmo tempo.
- Bem então segunda-feira às 9h. – Disse ele, piscando-lhe o olho.
Cretino, pensou. Ele talvez nunca se tinha esquecido dela, talvez por causa dela não conseguiria ninguém, casos de uma noite, como deveria ser aquela mulher, que lhe beijava deliciosamente os lábios quando Sara se afastou.
Uma parte dela estava sufocada, mas não o podia criticar, ele refez a vida, “catorze anos passaram, idiota, as paixões assolapadas só regressam nos filmes, na vida real não é assim” pensou, e sentou-se de novo do lado de John, entrelaçando as suas mãos nas dele.
Embora as mãos de ambos estivessem entrelaçadas a outro alguém, os olhos não desligavam um do outro, era um olhar intenso, de amargura com o destino e quiçá desejo.
Ainda assim tentavam ignorar-se um ao outro, sem conseguirem. Sara ria alto para que ele ouvisse como estava feliz, ele beijava Marta loucamente para lhe mostrar como era amado e como a tinha esquecido tão facilmente.
Depois de tudo aquilo, teria ela vontade de lhe ligar?
 
 
 
(Continua...)
 
 
 

 

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D