Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

* Ficção: Ainda te sinto em mim.

21.jpg

 

Sinto-me perdida, capaz de te dar um forte abraço e partir no segundo seguinte.
Não, não tenho forças para continuar, sou fraca demais para aguentar a pressão repentina que despertou em mim, sou um fardo e nós, uma história que na incerteza, parece não ter fim.
Não, de negar, não, de não avançar, não, de não lutar mais, não de não arriscar mais, para quê voltar? Para que com tanta ou quanta certeza te perder no tempo? Somos dois raios de sol que perderam a luz, duas marionetas que perderam os fios e um rio que simplesmente deixou de correr.
Ao invés, não me interessa, não quero ser feliz ao lado de mais ninguém, não vou arriscar de novo o amor para sair mais uma vez vencida! Amor? Para mim é algo que morreu, não há marcas do passado na minha roupa, mas...ainda sinto o teu cheiro em mim...
Devia ter vergonha de chorar, devia ter vergonha de sentir, no entanto, não tenho.
Tenho sim orgulho de, independentemente de tudo, te conhecer melhor que ninguém e de te amar por esse teu lado escuro. Não dá, não dá para esquecer que mesmo morrendo por dentro, ainda sinto que és quem eu quero.

* Inspirações: Não me Compares

 

Agora eu posso pensar por mim, agora eu sei ver que ainda te quero e que tu ainda me queres mais. No meio da multidão, atrás do rancor, depois da tempestade eu digo-te, finalmente, de que sou feita.
Mesmo que partas sem saber ou sem querer e encontrares outro alguém, nunca digas que sou eu ou nem tentes comparar, porque ninguém te olhou tão profundamente quanto eu, por isso tenta não mentir, pois só eu te toquei do jeito que mais ninguém te tocou, tocando o teu coração.
Não partas para outro alguém se ainda me sentes em ti, se eu sou a tua alma e tu a minha sorte, hoje sei ver e dizer-te que te amo.

 

* Dar que pensar: Tu és...tu!

 Tu és tu.. mais ninguém, não há outro ser igual, não te subestimes, não te deixes abater por causa de críticas maldosas.
Chega de te deixares atacar por más línguas ou troçadas baixas, tu és tu, ponto.
Mostra que a diferença é o que te distingue, não te rebaixes, mostra que te vestes assim porque é o teu gosto, que o teu estilo não é sinónimo de qualquer estereótipo mas sim a forma como te sentes melhor, como te sentes tu.
Mostra que ainda bem que não somos todos iguais e que ainda bem que não gostamos todos do mesmo, porque se não, já ouviste dizer - o mundo tombaria.
Não deixes que ninguém te queira mudar ou mudar a tua personalidade e mesmo que essa pessoa te vire as costas por não te envergonhares ou não te deixares abater mostra-lhes qe também tu consegues ser indiferente e que é tão bom seres tu mesmo, porque cada um é ser especial... Tu és tu!

 

Bom domingo :)

* Filmes com história: Before we go

Before_We_Go_Poster.jpg

 

"Before we go": um filme que nos faz chorar.

Uma história que nos faz pensar sobre o futuro e o destino, o que está ou não certo.
O que é afinal o amor? Como podemos condenar ou não o nosso coração?
Sempre ouvi dizer que não amamos quem queremos e que as desilusões surgem de amarmos tanto quem não nos merece.
Os acasos são o que nos dá mais verdade à nossa vida. Ninguém entra na vida de ninguém sem um sentido, sem fazer história.
Nick e Brooke aprenderam em apenas uma noite que o futuro é planado enquanto sentimos o presente e que não podemos viver presos ao passado se eles nos causou sofrimento.
É sem dúvida um filme que quanto mais tempo passa mais nos agarra. Vamos torcendo para que tudo dê certo e os mais românticos deixam-se render aos acontecimentos, com fé num final diferente e feliz, mas é mesmo o seu final que nos deixa um sorriso nos lábios e um toque de desilusão, um misto de sensações à flor da pele.
Um filme que desponta e também desaponta por tão íncrivel e maravilhoso que é.

Quem já viu? Qual a vossa opinião do filme? Tiveram a mesma opinião? Se falaram dele nos vossos blogs, partilhem nos comentários!

Bom fim-de-semana! :)

 

É isto que é o amor?

89.jpg

 

É isto que é o amor? Olhar nos teus olhos e ver que apesar de tudo, apesar de não saber o que nos concede o futuro, que é contigo que quero adormecer todas as noites e acordar ao amanhecer com um beijo.
É olhar-te por dentro e sentir o teu coração a bater, conseguir ver a criança que há em ti e imaginar-te a envelhecer a meu lado de mãos dadas.
É isto que é o amor? Sentir que nem as manhãs de mau humor nos afetam nem tão pouco discussões ou birras. 
O amor sem palavras não existe, sem fases más é uma rotina, o amor está na variedade da vida e do sentimento à flor da pele, é ser-se sincero num mundo que é real mas também sonhador, pois o amor é tudo aquilo que há de melhor em nós.

 

Fonte da imagem: Facebook

* Filmes com história: Divergente & Insurgente

10302163_271983086342257_4914593188179369119_n.jpg

 

"Divergente" é um bom filme, o verdadeiro filme, com capacidade suficiente para te mostrar que não deves ter vergonha do que és, mesmo que sejas diferentes dos outros, haverá sempre quem se encontre com a tua forma de ser e te ame assim, sem medos.
Com adrenalina, suspense e aventura, mostra-nos um mundo diferente onde cada jovem tem um espírito que define uma área, mas nem sempre gostamos só de uma, e a nossa destreza e honra é lutar para mostramos o que valemos e que diferentes áreas são necessárias para diferentes momentos da nossa vida. 
O importante é nunca desabar, nunca desistir, o importante é ir à luta, mostrando do que se é feito, do que se é capaz, mesmo sendo um "divergente".

 

B_M6bM8WwAAps1c.png

"Insurgente" apega-nos igualmente com a sua ação e suspense.
Embora tenha gostado mais do primeiro filme, este também nos traz uma mensagem importante: A confiança em nós mesmos e nas nossas capacidades, precisamos de acreditar nelas e lutar.
Nós só conseguimos aquilo que tentamos, por isso precisamos de lutar por aquilo que sonhamos: a paz, sobretudo é a paz que nos envolve e nos faz sentir que somos alguém no mundo, alguém realmente importante, quanto mais não seja para nos quem nos amo e se assim pensarmos seremos nós mesmos a vitória, o sucesso dos nossos feitos com um sorriso no rosto e paz no coração.

 

Dois grandes filmes de ação que eu aconselho vivamente a assistir.

Quem já assistiu? Gostaram? Qual a vossa opinião? Quero saber tudo.

Boa quarta-feira! :)

Hoje vou ser feliz!

23.jpg

 

Abandonei as horas, sentei-me e saí pela porta da frente, deixando para trás a amargura da velha casa feita de memórias que não habitam mais em mim.
Sou aquela que fugi para não mais sofrer, para seguir em frente com os meus sonhos, que se prendiam no balão de fumo das lembranças antigas.
Eu não sou mais o que o passado machucou, mas sim o que o presente ofereceu em cada minuto de nova vida, com novas pessoas e novos sorrisos, quero deixar o que fui para ser o que sou. Sinto-me bem ao deixar que as memórias possam viver, apenas aquelas que não deixei na casa abandonada, que guardou tudo aquilo que me magoou para hoje, hoje eu ser feliz.

Tudo o que sou és tu.

69.jpg

 

Não apagues a minha marca, pois quero ser tua, envelhecer do teu lado, sentir-me completa a cada dia.
Não duvides que o que sinto é infinito e que, no fundo, tudo o que vivo amo e não sei explicar, porque é amor.
Contigo, não quero mais ninguém, contigo o meu sorriso tem um significado e tudo é mais leve, a vida é mais fácil de se encarar, os problemas são pequeninos quando o teu abraço é maior que tudo o que tenho e me faz tão feliz. Porque se num minuto me revolto contigo, no minuto seguinte moro nos teus braços e te prendo em mim, para sempre, pois no recanto do que és, é tudo o que sou também.

*Filmes com história: Eternal Sunshine of spotless mind

83.jpg

 

 

 

Nunca devemos apagar o que fomos, porque o nosso passado quer queiramos quer não, é também o que somos, a nossa entidade.
Se virmos bem o passado foi o nosso presente de outrora, o presente agora vivido será o nosso passado amanhã.
Não queiramos destruir a nossa história mesmo que ela traga consigo dores que julgamos infindáveis. Isso é também o que somos.
"The Eternal Sunshine of the spotless mind" é um filme arrebatador, estranho mas que se entranha e nos deixa agarrados até ao fim e nos surpreende com um final estrondoso. 
Faz-nos pensar que aquilo que é nosso verdadeiramente é que tem significado, não podemos jamais querer esquecer, porque cada um é um ser único e traz consigo o seu ser especial que faz parte e perdura nas memórias felizes depois de todas as feridas sararem.

 

 

 

* O teu olhar: Eu sou...

14. Silvia Antunes.jpg

 

 

 

Eu sou o quarto que fica por arrumar, os tantos trabalhos que ficam por fazer, milhares de fotografia que ficam por registar e tantas palavras que ficam por escrever, pois entre eles surgem tantos outros projetos!
Eu sou a sede de viver intensamente, de querer tempo para tudo, para realizar todos os sonhos que outros ditam de impossíveis, mas que eu vivo com certeza.
Eu sou o tanto para fazer. Pudesse o meu ter mais de vinte e quatros horas e então estaria ainda mais realizada, mas porquê? Se me deitaria sem vontade de adormecer, com milhares de ideias por concluir, mas eu também eu sou aquela que precisa de descanso que também precisa de dormir quanto mais não seja para sonhar.

 

Fotografia de Sílvia Antunes

 

 

 

 

 

Também queres enviar a tua fotografia? Para que eu faça um texto inspirado nela? 

É um projeto do blog intitulado "O teu olhar" em que a fotografia é tua, e a inspiração é minha. 
A adesão tem sido fantástica e é uma forma criativa de dar a conhecer blogs, por isso poderás enviar até ao final do mês.
Porque não envias a tua? É simples, envia para carolinaacruz.01@gmail.com

Fico a aguardar por esse teu olhar inspirador!!! Obrigada por estares desse lado

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Outros lugares

Blogues à Mesa
3XQY_12a3qPlDRIcVpKJSt0ZO-QUA-vmBk3L3bSl7jI.png