Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

31
Jan16

# Uma foto por dia: Janeiro!

Carolina Cruz

E Janeiro está no fim... um mês que passou a correr, mas cheio de coisas boas, conferiram no facebook e no instagram do blog ao longo do mês? Não? Então confirem já neste post.

PicMonkey Collage1.jpg

1/366 - Estar com quem amamos é a maior festa de toda a vida. Bom ano!
2/366 -  Azar é não ter um gatinho preto para amar.
3/366 - A felicidade é o caminho (de um sonho)
4/366 - O conforto das pequenas coisas da vida.
5/366 - Pequenos e saborosos prazeres da vida.

PicMonkey Collage2.jpg

6/366 - Trabalhar ao sabor de Carolans.
7/366 - A beleza de cada dia está dentro de ti.
8/366 - Se Natal significar paz, que seja Natal todos os dias.
9/366 - Tarde de cinema com os amigos. "A rapariga dinamarquesa" será a escolha de hoje.
10/366 - Noites com a malta do costume.

PicMonkey Collage3.jpg11/366 - Enquanto se faz o almoço.
12/366 - À espera de quem chora por ele.
13/366 - Um bom filme enquanto se faz o almoço.
14/366 - Boas conversas, com boas pessoas.
15/366 - Para o jantar é Tito totó no tacho.

 

PicMonkey Collage4.jpg

16/366 - O lugar da ternura.
17/366 - O Mimo da avó é que tem juízo
18/366 - O meu caderno de textos desde 2012
19/366 - Vive sem medos, com um sorriso nos lábios e força no coração.
20/366 - A trabalhar ao som de Miguel Araújo.

 

PicMonkey Collage5.jpg

21/266 - Filha aprumada em curiosidades na cozinha
22/366 - "A teoria de tudo" acompanhado de crepes
23/366 - Por bons caminhos.
24/366 - Extremamente gata.
25/366 - Vamos lá trabalhar neste dia cinzento.

PicMonkey Collage6.jpg

 

 
26/366 - Bom dia sol.
27/366 - O maravilhoso chá de mirtilo.
28/366 - Don't stop

 

 

PicMonkey Collage.jpg

 

 

29/366 - Que vontade de partir sem destino.
30/366 - A preparar o post de amanhã. Janeiro passou a voar.
31/366 - Domingo no vale da preguiça

 

 

 

30
Jan16

Silêncio

Carolina Cruz

3.jpg

 

E se não houver nada para dizer, o silêncio toma conta de nós com um sorriso, uma mão dada e aconchego.
O murmúrio quebra-nos o cansaço e a vida completa-se em cada instante em que somos um.
Sabemos, melhor que ninguém, que o silêncio tem fala e nos enriquece com as suas suspensas e escondidas palavras, diz-nos com alma muito mais que o barulho, pois a sua paz tranquiliza e alimenta o que vive em nós.

 

 

 

 

Photo "Dear John" movie.

29
Jan16

* Simplicidades da vida: De mão dada.

Carolina Cruz

7.jpg

 

 

 

 

Dá-me a mão e então eu tenho tudo. 
Sinto-me protegida e capaz de vencer todas as batalhas se te der a mão. Sinto orgulho em ter-te comigo a meu lado e caminho mesmo sem ter destino. Não importa para onde vou desde que esteja contigo porque és e sou, o melhor e, nada mais importa. 
Dou-te a mão, dando a mão ao mundo, com um sorriso.

 

 

Photo Tumblr

27
Jan16

Murmúrio infinito

Carolina Cruz

S3.jpginto, respirando fundo. És toda a certeza que trago em mim, que ferve em sorrisos leves.
Não consigo imaginar-me sem a nossa troca de olhares nem sem o abraço apertado após um sussurro de amor.
És tudo aquilo que sou, és parte de mim. Quando te ausentas, o meu peito aperta, fica apertadinho até te abraçar de novo, e aí a magia desfaz-se nos mais belos recantos do nosso amor, num pedaço de beijo deliciosamente dado e num murmúrio infinito.
É impossível pensar quem sou, sem me ver sem ti, é algo que não faz sentido, estamos em nós, é assim que se escreve a nossa história.
Ser eu, sem ti, não existe, é como um jeito matemático que nos define, não somos a divisão, somos apenas uma só alma, de coração.

 

 

(Photo "Grey's Anatomy)

26
Jan16

* Inspirações: Sing!

Carolina Cruz

Não me importa o mundo, quem me rodeia agora ou daqui a pouco, estou ao teu lado e nada mais importa, todos os outros podiam deixar a pista, irem embora, para eu sentir o teu corpo bem junto ao meu, dançar com a mulher da minha vida e não encontrar fim para essa dança, que se faz com encanto.
Pudesse eu ter o tempo todo para nós. Mesmo que não seja possível, vamos tornar esta noite o dia em que será para sempre, por isso, faz tudo como se mundo não estivesse a olhar-te, canta, dança, vive e dá o melhor de ti, a mim. Envolve-te e sente, sorri e aproveita. "Sing!" 

 

25
Jan16

Sente como se amanhã...

Carolina Cruz

1.jpg

 

 

Ai, como é tão bom respirar fundo, sentir o ar sobre o peso nos ombros. Ai, como eu gostava de ser imortal e que todos os meus também o pudessem ser.
Sim, eu gostava de envelhecer devagarinho, acompanhar todas as minhas aprendizagens devagarinho e que também elas não acabassem, queria saber mais do que posso imaginar, sobre tantas coisas. Mas na verdade existe um lado da vida que não conhecemos, será que haverá algo mais além daquilo que somos?
Não consigo pensar se sim ou se não, só uma coisa é certa, a morte e não o caminho que lhe sucede, se conquistarmos a nossa missão, viveremos para sempre na memória dos que ficam. Nada do que faremos por aqui será em vão, por isso, não desistas e sente, sente como se amanhã acabasse o mundo.

23
Jan16

Fecho os olhos.

Carolina Cruz

13.jpg

 

Olho-te nos olhos, fecho também os meus, que não vivem sem olhar os teus...
O teu profundo silêncio é a minha voz e o teu respirar traz a paz do meu sorriso iluminado pelo teu encanto. 
Fecho os olhos e sinto-me viva na calma expressa em ti. 
Sossego no teu colo, num conforto tranquilo, em paz pois sei que comigo sentes que o mundo te pode oferecer mais que a própria vida e que o amor te surpreendeu, e por isso dás o melhor de ti, para seres o melhor de mim.

 

 

   (Photo in "Friends with Benefits" movie)

22
Jan16

* Ficção: Voltaste para trás

Carolina Cruz

13.jpg

 

Voltaste para trás, disseste que nunca o farias mas foste.
Sonhei ver-te feliz a meu lado, mas esse sonho ultrapassou-te e hoje choras.
Não tenho pena, pois eu segui com a minha vida para a frente e se reparares sou a mesma, felizmente não me mudaste nem um bocadinho. Deixaste apenas a marca que hoje… já não fere, mas que me tornou mais forte!

 

(Photo Tumblr)

21
Jan16

Aprendi..

Carolina Cruz

13.jpg

 

 

Aprendi a dar mais do que sei e perdoar a quem realmente merecia.
Aprendi a amar e a dar valor a quem também o faz por mim, aprendi também que a vida é demasiado curta para perder tempo a dar sentido e sentimento a algo que não vale a pena e sim, apreciar o que há de melhor e viver, viver do que há de melhor em mim.
Cansei-me de descansar e não lutar pelo que me realiza e caminhei em busca da minha felicidade, procurando sempre o lugar dos afetos e da verdade, minha e de quem me rodeia.
Cansei de pensar que sou mais uma pessoa no mundo, mas acreditar que a minha realidade pode fazer a diferença. 
Por muito que custasse levantei a cabeça e o brilhar dos meus olhos disse para jamais parar e a partir dai segui em frente

 

(Photo by "Friends with benefits" movie)

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D