Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

A sua juventude

ela chegou.jpg

 

Ela chegou e quebrou-lhe as regras.
É impossível diziam. Ninguém casado há tantos anos pode apaixonar-se assim como se de um miúdo se tratasse.
Era verdade, até ele próprio se sentia envergonhado. Sonhava em segredo poder beijá-la, tal e qual como um fruto proibido.
A sua juventude prendia-o, não que ele fosse velho, nem perto, mas a sua energia fazia-o sentir que era sangue novo, fugindo à rotina.
O seu ar um pouco ingénuo carregava magia e o seu sorriso era, em todo o seu esplendor, algo especial.
Nada entre os dois chegou a acontecer, porque ele sentia ser passageiro, mas a saudade de querer e ser permaneceu, permaneceu o outro amor também, mas até quando?

 

 

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Outros lugares

Blogues à Mesa
3XQY_12a3qPlDRIcVpKJSt0ZO-QUA-vmBk3L3bSl7jI.png