Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

16
Abr16

Acordei.

Carolina Cruz

46.jpg

 

Tanto tempo procurei libertar-me de ti. Tantos anos em que vivi em função do que nunca quis ser. 
Tempos em que abriram feridas no mais profundo do meu coração. 
Não, não quero amar-te mais, não posso, vou quebrar o meu destino, vou apagar todas as cicatrizes que contam a história que eu não quero lembrar.
Quero me perder e me prender por outras margens, quero ter novos sonhos, recuperar tudo aquilo que se perdeu em mim: a autoestima, o otimismo. Quero ser livre da pobreza de espírito, da minha insanidade por amor, quero ser livre de tudo aquilo que eu não sou... pois eu sou muito mais que isto, que todos os passos que dei em vão, que todos os sorrisos em nada verdadeiros e que todas as falsas fés ou esperanças. 
Quero libertar-me deste amor que nunca sentimos, que apenas apoderei para me sentir amada, porque a tua vida amorosa já estava tratada e jamais comigo. Acordei.

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D