Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

07
Jun16

Deitar-me em ti

Carolina Cruz

5.jpg

 

Meu amor, preciso do teu abrigo.
Sei que as palavras que escrevo têm mais cor junto de ti, como também eu tenho.
Preciso do teu abraço, de sentir o teu peito contra o meu e de deliciar-me em ti, no teu regaço, no teu abraço de amor.
Quero deitar-me em ti, dormir profundamente como uma alma que expira tranquilidade e sonho, num sono profundo e feliz.
Os teus braços envolvem o meu sorrir, o meu conforto, todo o meu corpo é destino, o calor da simplicidade que se ama. Ele eu queremos mais, quero saciar esta sede de amar para sempre, sentir que o amor dura na vontade de sentir mais, para que mesmo quanto tudo puder morrer, nosso abrigo possa ainda viver.

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D