Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

Deitar-me em ti

5.jpg

 

Meu amor, preciso do teu abrigo.
Sei que as palavras que escrevo têm mais cor junto de ti, como também eu tenho.
Preciso do teu abraço, de sentir o teu peito contra o meu e de deliciar-me em ti, no teu regaço, no teu abraço de amor.
Quero deitar-me em ti, dormir profundamente como uma alma que expira tranquilidade e sonho, num sono profundo e feliz.
Os teus braços envolvem o meu sorrir, o meu conforto, todo o meu corpo é destino, o calor da simplicidade que se ama. Ele eu queremos mais, quero saciar esta sede de amar para sempre, sentir que o amor dura na vontade de sentir mais, para que mesmo quanto tudo puder morrer, nosso abrigo possa ainda viver.

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Outros lugares

Blogues à Mesa
3XQY_12a3qPlDRIcVpKJSt0ZO-QUA-vmBk3L3bSl7jI.png