Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

09
Jun15

[Ficção] Cais

Carolina Cruz

10.jpg

 

Abandonei o cais, ciente que partiria naquela hora, para sempre. 
O mundo previa-se cinzento, a amargura da minha partida era intensa e o ardor de sentir tão pouco de um tanto que não existia, era morrer um pouco de mim, ali, na hora.
Abandonei o cais, como se partisse também da vida, para morar noutro lugar que não o meu, conhecendo um mundo novo à minha espera, sem ninguém conhecido para falar.
No entanto um sorriso apareceu, mesmo sem despontar, na ideia estava a mudança que era precisa, embarcando em novos desafios, nunca antes vistos, nem tão pouco, por mim, experienciados. Recordei-me apenas que era eu que tornava o meu dia, num tempo melhor, e que mesmo que forçada, a mudança também era precisa. 
A mudança que é tão certa como a vida e que faz tão bem quanto ela, só não podemos ter medo, precisamos sim de sorrir, de acreditar que o melhor está ainda por vir, vencendo a cada segundo, que é o tempo suficiente para se ser feliz.

 

Fonte da imagem: Facebook

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D