Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

* Ficção: Só hoje dei valor

10363374_313292158878016_1299830494116766189_n.jpg

Posso contar-te um segredo? Falar de saudade e de vontade?
Escrevo-te esta carta porque és metade de mim, porque estes dias têm sido um tudo de um nada que não me pertence, não sei o que é de mim na tua ausência.
Por mais que tente crer que sem mim estarás melhor, eu não me concentro e não me calo na ideia de poderes ter um dia outro alguém. 
Porque por mais que eu me cale todas as palavras sãoexpressas num olhar que chove e por mais tempo que me envolva sem ti, não me entendo, tenho saudades.
Sei que as palavras que escrevo não são nada porque tu partiste e disseste que não mais voltarias, mas elas precisavam de ficar escritas, precisavam de ser ditas, antes que eu possa morrer de amor. 
Amo-te desde o dia em que os nossos olhares se cruzaram e só hoje lhe dei valor.

 

 

 

 

Fonte da imagem: Facebook

24 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Outros lugares

Blogues à Mesa
3XQY_12a3qPlDRIcVpKJSt0ZO-QUA-vmBk3L3bSl7jI.png