Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

* Inspirações: Balada do desajeitado

Desculpa se o meu jeito é, de todo, desajeitado e não digo tudo o que devia. Desculpa se não sei falar de cor e me engasgo a cada segundo que tento falar contigo, sabes porque é que isso acontece? Porque o que sinto é tão puro e porque por mais palavras que eu tente dizer, nada transmite melhor o que sinto que o facto de, dia para dia, te fazer sonhar.
Posso não te embalar em palavras bonitas mas a certeza que eu tenho é que só te quero a ti.
Um dia, tenho a certeza, digo-te como sei, todas as palavras que te derretem e te farei chegar até mim, numa balada sem fim.

 

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Outros lugares

Blogues à Mesa
3XQY_12a3qPlDRIcVpKJSt0ZO-QUA-vmBk3L3bSl7jI.png