Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

Meu amor.

9.png

 

 

Meu amor, quero ser ingénua, quero sonhar muito, quero amar-te como se de crianças nós nos tratássemos. Sim, crianças, porque ao contrário dos velhos adultos, elas amam de verdade, amam muito e o seu amor é inesquecível.
Quero agarrar-te para mim e conhecer na verdade de ti o que sentes em teu coração, como se abraçássemos e conhecêssemos o futuro e ao invés, refletindo que ele hoje pouco importa.
Porque hoje e amanha seremos esses eternos jovens que correm de mãos dadas pelo tempo e se a distância separar por apenas um minuto, toma conta da nossa alma a saudade que nos guia e nos leva um ao outro, sempre.

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Outros lugares

Blogues à Mesa
3XQY_12a3qPlDRIcVpKJSt0ZO-QUA-vmBk3L3bSl7jI.png