Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

Neste fado triste

oo (1).png

 

Vivo neste fado triste que me alegra. Porque no cantar, que me encanta, é que eu me torno feliz.
Estou só e só estou com a solidão das palavras que canto. Ninguém sabe a imensidade da emoção que me invade, a mim ao meu coração, num bater tão fino, tão pobre e tão gasto.
Sou eu e a canção. Tu já não estás e eu não estou, sem certezas me abraço, sozinho, sem sorrisos que me façam acreditar que voltas.
A tua ausência corrompe-me o peito e eu apenas me deito com vontade de acordar e estares também tu deitada, com esse olhar de amor, tão certo e tão perfeito. Mas em vão sonho, porque acordo e tu não estás.

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Outros lugares

Blogues à Mesa
3XQY_12a3qPlDRIcVpKJSt0ZO-QUA-vmBk3L3bSl7jI.png