Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

* No (en)canto do meu olhar: Há um tempo para tudo

15.jpg

 

O tempo muda-nos, o tempo sabe sempre como nos mudar.
Olho o passado e sinto como fui feliz, a nostalgia pode tomar conta de mim por breves segundos, mas liberto-me de seguida agarrando o presente.
A maturidade da própria idade critica-nos com o sarcasmo do que fomos e não nos deixa voltar atrás, se o permitir é naqueles breves segundos.
No entanto, apesar de sentirmos tudo aquilo que tivemos, só o presente está ao nosso alcance, portanto, deixemos que o passado seja o que completa a nossa história e nos faça crescer, construir e calcular melhor as falhas e os sentidos.
Quero sentir o presente como um verdadeiro presente, agarrar a vida e beber da sabedoria que ela traz consigo, molhar os pés na fonte fria e respirar livremente.
Sentir apenas a felicidade e nada mais que isso, tudo o que a completa virá de seguida, é preciso esperar o futuro.
Há um tempo para tudo, até para viver.

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Outros lugares

Blogues à Mesa
3XQY_12a3qPlDRIcVpKJSt0ZO-QUA-vmBk3L3bSl7jI.png