Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

07
Fev17

[Cinema] 2 filmes que abordam a deficiência

Carolina Cruz

p15.jpg

 

“Ocean Heaven” fala-nos sobre o poder do amor e da educação de um pai doente para com o seu filho autista. Relata a história do seu dia-a-dia e da forma como luta para que o seu filho seja aceite pela sociedade e seja, sobretudo, autónomo.
Um pai como há poucos, que encontra na criatividade um estímulo e uma aprendizagem de rotinas e mudanças incríveis para que, quando puder partir, o seu menino seja já um homem feito, deixando o seu papel cumprido. Um filme ideal e apaixonante para mudanças de consciência e alerta para a importância de hábitos e necessidades.

 

EB.jpg

 

Sob a leve brisa escreveu-se “Escafandro e a borboleta”, baseado numa histórica verídica de alguém que viu o seu passado voar.
Jean-Dominique Bauby, um homem livre, com um grande sentido de humor, relata a sua própria sentença – através de um acidente cardiovascular grave e um posterior coma de onde despertou adquiriu uma síndrome rara a que chamam “lobked-in” que o deixa totalmente paralisado, pode ver o mundo apenas através de um olho que não parou.
No entanto, para este grande homem, que a todos conquistou, só o seu corpo paralisou, pois a sua criatividade, imaginação e senso de humor não deixaram que a sua alma morresse ali e então não parou, porque parar é morrer mesmo estando vivo.
Mesmo não podendo falar, aprendeu a comunicar com o olhar e conseguiu concretizar o seu velho sonho, lembrando tudo aquilo que passou por si, todos os bons momentos e erros cometidos para poder ficar em paz com todos aqueles com quem viveu.

 

 

02
Nov16

[Cinema] 3 filmes sobre a deficiência

Carolina Cruz

p11.jpg

 Nome de código: Mercúrio

Ele transporta o dom consigo, é especial, apresenta disfunções ao nível social e da comunicação, não é um atrasado, é autista. Tem uma inteligência tão sua e tão cobiçada.
Não o entendo como inferior e sim inteligente, num saber tão precoce, tão intuitivo. 
Foi essa inteligência que o levou a estar em constante perigo, mas igualmente a criar ligações importantes para a sua vida.
É necessário nunca descuidar aqueles que cativamos e que, mutuamente nos cativam. Simon soube disso, não esqueceu Art, nunca.
"Nome de código: Mercúrio" leva-nos numa adrenalina constante, a aprender sobre mil e um sentimentos que a vida nos prega e nos traz, que a diferença não é inferioridade, mas sim algo que torna tudo mais especial neste mundo cruel!

 Abraços Partidos

“Abrazos rotos”, nome original do filme “abraços partidos” de Pedro Almodóvar, que p17.jpgconta a história de um cineasta, que perdeu a visão num trágico acidente e que mesmo assim não se vê a parar de escrever e deixar de fazer o seu trabalho, muito pelo contrário.
Este filme relata o reencontro deste cineasta com o passado, a amores que tiveram uma intensidade imensa e um fim precoce, mas no presente esse tempo que não volta mais ajuda a desvendar mistérios e segredos que outrora nunca tinham sido entendidos.
Entra na magia e no suspense desta película do famoso e único Almodóvar e descobre a preciosidade do tempo no agora e do que somos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Like stars on heart 

 

“Somos todos diferentes” é um filme indiano que nos mostra, exatamente, o que o seu próprio titulo indica. Ninguém precisa de ser igual ao outro, cada um é como é, na sua essência e cada um marca da sua forma, naquilo que é melhor.
Tantas crianças há que, tal como Ishaan têm problemas de aprendizagem,p18.jpg como a dislexia por exemplo e ler e escrever para essas crianças é um tremendo pesadelo, porque não compreendem o que é escrito e para saber ler e escrever é preciso compreender para saber como interpretar.
Não estou a dizer que estas crianças nunca chegam a ler ou a escrever. MUITO pelo contrário, são fabulosos artistas, tantos conhecidos há que se deparavam erradamente com as palavras, falo por exemplo de Albert Einstein, Leonardo Da Vinci e incrivelmente até Agatha Christie, escritora de tantas palavras bonitas e se virmos bem são pessoas que marcaram o mundo, são “pedras preciosas”.
“Pedras preciosas” que precisam de ser respeitadas e amadas, de serem compreendidas e animadas apostando nas suas potencialidades porque o seu crescimento e evolução é diferente de todos os outros, e se formos a ver nenhum de nós aprende da mesma forma ou ao mesmo tempo.
Cada criança é uma criança com o seu dom, que precisa ser valorizado, porque cada um nasce para ser diferente de todos os outros, todos somos especiais, cada um é um ser e tem o direito a crescer e a viver com dignidade.
O filme conta a história que reflete tantas outras histórias destas crianças pelo mundo e leva-nos a refletir que de cada um podemos tirar o melhor e que unidos a nossa causa será maior e mais felizes seremos se respeitarmos e acreditarmos naqueles que admiramos e que tanto amamos.

 

 

28
Nov15

[Cinema] 3 filmes que abordam o autismo

Carolina Cruz

Para um fim-de-semana frio deixo três filmes que nos deixam a refletir sobre o autismo e nos permitem conhecê-lo melhor.

I am Sam

43.jpg

“I am Sam” é uma poderosa história que expressa a luta de um pai diferente. Sim, diferente de todos os outros, porque, na verdade, tem tempo para a sua filha, para brincar com ela, para a conhecer melhor que ninguém e para amá-la, amá-la verdadeiramente.
Sam é autista, mas isso não o torna incapaz, muito pelo contrário, a sua sensibilidade é aquela que todos nós, seres humanos, precisávamos de ter. Ele conforta na dor, ele respeita-a, elogia os outros e detesta mentir.
Sim, é diferente e que importa? “I am Sam” demonstra como é bom conviver com esta realidade. A resposta a esse convívio e crescimento cabe a Lucy, que aprendeu muito com o seu pai, aprendeu a ser dócil, a respeitar os outros, a ter compaixão, a gostar de si e de ser feliz.
Há uma prova de amor a cada minuto, que nos ensina e nos mostra como é bom sermos diferentes, tolerantes e amarmos os outros.

 

 

 

52.jpg

 What's Eating Girlbert Grape

Com a interpretação fantástica de Leonardo DiCaprio, este filme conta a história de Gilbert (Johnny Depp) que tudo faz pelo seu irmão Arnie (autista, interpretado por DiCaprio) e que sempre fora responsável por ele, pela sua força, jeito saudável e o seu crescimento. 
Esta é uma história emocionante e amorosa de uma família com uma força incrível, e que vê Arnie como alguém muito especial, que ninguém pode magoar, a quem todos devem respeitar e permitir-lhe ser feliz. 
Vale a pena assistir pela força que é transmitida em cada enredo e em cada passagem, procurando os sonhos, a realidade e viver o melhor possível, que é a mensagem deste filme incrível!

 

Adam

60.jpg

 Adam é o seu nome, um rapaz com 29 anos de idade, com síndrome de Asperger, mas isso não o define, a sua definição é meigo, curioso, inteligente e quando gosta demasiado de uma coisa é empenhado a 100%.
O filme intitulado com o seu nome: “Adam” é um romance diferente que envolve muitas pequenas coisas da vida que tantas vezes nos passam ao lado e com Adam, o pequeno príncipe, sonhador e amante como o verdadeiro principezinho aprendemos que os pequenos detalhes valem tanto, pois embora Adam tenha uma grande dificuldade na comunicação, no olhar o outro e gerir os seus sentimentos (características determinadas pelo asperger/autismo), ele ama, ele é intolerante à mentira e vive sobre a verdade da vida e do que é: genuíno.
Um filme que nos apega e nos faz sorrir, uma história emocionante do início ao fim.

 

Bom fim-de-semana! :)

02
Abr15

[Por aí] Dia mundial da consciencialização do autismo

Carolina Cruz

Autismo-símbolo.jpgNão há forma de se ser igual a ninguém. Todos os indivíduos são um ser próprio, com a sua forma tão íntima de existir.
Por isso não há que chamar alguém de “diferente”, somos todos, é isso que nos torna realmente especiais.
Todos nós trazemos magia na vida de alguém, mas há seres aqueles que chamamos de especiais, porque o são, aqueles que têm tanto para oferecer ao mundo, mais do que alguém possa julgar. Eles têm o seu mundo, mas a nós oferecem-nos a cada dia um pequeno sorriso que é uma estrela 
cintilante. 
A sua sabedoria é como essa estrela, é brilhante, eles têm o dom não só de um sorriso mas de algo tão natural e tão genuíno que nos faz desejar ter uma alma destas por perto.

Eles não são inferiores, agressivos ou maliciosos, muito pelo contrário, são bem capazes de realidades e cumplicidades que muitos não sonham, eles não são a sua síndrome, não são a sua deficiência, porque deficiências e eficiências, todos temos.
Eles não sabem definir o que sentem, nem por vezes interagir, mas o seu sentimento sabe o que significa um abraço de coração e amar alguém, uma forma que só o seu íntimo conhece em segredo, mas para todos os que se envolvem positivamente com ele, torna-o e crê que é um guerreiro, olhando-o por dentro e sentindo o que ele vive…
Porque o autismo existe…
E é também o amor, porque também ninguém o sabe definir!

 

 

Fonte da imagem: http://www.jornalmedico.pt/

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D