Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

10
Mai17

[Poesia] Temperamento

Carolina Cruz

tumblr_static_filename_640_v2.jpg

 

Temperamento à margem,
Falta dele, falta de mim.
Falta também a coragem,
coragem de embarcar no sonho, por fim.

Por isso, escrevo poesia,
E deixo no covil da noite,
o calor do meu dia.

As lágrimas correm,
o escuro regressa.
Será que são os meus sonhos que morrem...
Por culpa da minha pressa?

Nada sou, nada tenho.
O meu amor levou-os para longe.
Agora só faço o que faz o monge,
esqueço o engenho,
e sobrevivo do hábito.

E assim habito,
Por fim, comigo.
Só.
 

19
Abr17

Diz-me.

Carolina Cruz

22.png

 

 

Diz-me, por favor, que nada em nós vai falhar e se falhar os sentimentos vão sempre seguir os nossos corações e dizer o que sentem, unindo-nos de novo, num abraço.
Diz-me que crescerei ainda mais a teu lado e que a nossa casa será o nosso ninho, onde viverá a paz e o sossego.
Diz-me que agarrarás as minhas mãos quando elas estiverem frias e todos os dias esperarás que adormeça a teu lado para também o fazeres e então aí sentires-te feliz e completo. 
Diz-me que os nossos afastamentos, se existirem, que serão passageiros e que quando nos magoarmos podemos limpar as lágrimas um do outro ou até chorarmos junto, encarando a realidade de sermos só um, metades iguais.

 

 

22
Mar17

[O teu olhar] Deixa-me

Carolina Cruz

27. Ana Rafael.jpg

 

Por favor. Imploro-te. Deixa-me sair, conhecer o mundo por mim mesma. Eu sei que vou errar, quem não o faz? Sou um ser humano e se me deixares para sempre nesta redoma então eu falharei sempre, não serei ninguém, rigorosamente ninguém que valha a pena, nem para mim, muito menos para o mundo.
Deixa-me ir, eu vou ser sempre a tua menina, não é por partir que te deixo por inteiro. A tua vida começa quando sais da tua zona de conforto. Sempre te disse e tu devias saber, mas não queres.
O mundo nunca te conhecerá nem tu conhecerás o mundo se viveres fechado nesse canto, amedrontado com medo de viver. Isso é tão inútil, mas tu não imaginas, achas sempre que serás mais feliz se viveres na solidão.
Já que não admites, deixa-me ao menos admitir que eu já sou crescida o suficiente para fazer as minhas escolhas, que embora me possa arrepender mais tarde, o problema é meu, o mundo está ali, do lado de fora. E embora com tantas contrariedades ao belo, eu ainda acredito que há tanta coisa boa e bonita por desvendar.
Deixa-me ir, eu não sei como vou ser feliz, mas vou caminhar, até lá momentos e experiências me mostrarão que a felicidade está no caminho traçado e não na chegada ou na vitória.
A vida é uma viagem, deixa-me entrar nela. Deixa-me ir, até amanhã ou assim sendo, até um dia.

 

 

(Fotografia da autoria de Ana Rafael)

13
Fev17

[O teu olhar] Ó lua.

Carolina Cruz

Vitoria Antunes histórias irreais.jpg

(fotografia da autoria da Vitória Antunes dos blogs "Histórias irreais" e "Séries, filmes e afins")

 

Ó lua que me vens de perto beijar pede ao meu amor para sonhar.
Sonhar enamorado comigo, no seu jeito mais puro de dormir e de amar. Como se de um anjo se tratasse, anjo esse que vive de milagres em mim, não me falha, alimenta-me e seduz-me, na sua forma mais simples de ser.
Então assim me enamoro também, nesse tempo que tudo cura, sob as estrelas que o teu luar ilumina. Há muito que começamos a olhar-te com olhos de amor, mas nem por isso deixamos de nos enamorar, pois o coração é um músculo que precisa de se alimentar de sabores com certeza, de condimentos que nos tornam e nos fazem sentir no mais puro de nós. Essa angústia que me amedrontava pede-me agora que deixe a minha alma ser feliz, pede-me para derreter todo o medo nos braços do meu amado sol e assim eu serei a sua lua que com ele se irá deitar, mas todos os dias o beijarei ao primeiro brilho do dia a raiar.

 

 

08
Nov16

[Ficção] Sou fiel

Carolina Cruz

Nunca pensei que as coisas me escorregassem das mãos tão precocemente.
Guardo cada sorriso teu num abraço que se prendeu naquele encontro.
Sou fiel aos meus sentimentos desde sempre, todos eles são contínuas sensações, hoje talvez sejamos mesmo a distância que um dia deixámos que partisse para que todos soubessem que éramos um, o que deixamos de ser.

p28.jpg

Fotografia do filme "Paying it cool"

23
Out16

O meu coração

Carolina Cruz

12552925_495879960619234_9048117377827828897_n.jpg

 

Hoje todas as palavras fazem sentido e todo o amor que elas transmitem é real.
O meu coração contou-me baixinho: - Hoje o dia é teu, não tenhas medo de amar.
Sem receio de o fazer segui os teus passos e os meus levaram-me ao teu encontro. Ao ver-te, levantei-me num sorriso doce, tão doce como o teu olhar, os meus olhos queriam olhar os teus, as minhas mãos queriam apertar as tuas e o meu coração queria sentir o bater do teu, como se todos se abraçassem num só.
Nesse dia tudo aconteceu, quisemos que o nosso coração não tivesse medo do que o amor nos pudesse trazer pois jurámos que sempre iríamos sorrir e que se isso não acontecesse, no fim de todas as lágrimas, fazíamos nascer, de qualquer modo, um sorriso.
Na tempestade construímos a bonança e da realidade um sonho, que construímos em comum, o poder de lutar para que tudo resulte em nós, é algo que hoje faz todo o sentido.
Contigo, todas as palavras fazem sentido.
Contigo, sou feliz.

09
Out16

Como eu gosto..

Carolina Cruz

25.jpg

 

 

Como eu gosto de pensar que a vida é simples.
Como eu gosto de pessoas que não desistem, que vão ao encontro dos seus sonhos contra as suas adversidades, que não têm medo de largar o colo aconchegado do seu lar.
Gosto de quem vai à aventura, quem procura o saber pela experiência e não pelo que se ouve ou se fala.
Gosto de pessoas que amam a noite e o dia e dançam como se a vida durasse a apenas um segundo.
Eu gosto das pessoas que não se lamentam por tudo e por nada, mas sim que vivem o que melhor tem a vida, que é tanto.

 

Fotografia do filme "Like crazy"

18
Set16

Cada dia

Carolina Cruz

25.jpg

 

Cada dia faço um novo recomeço, delicio-me contigo como se fosse a primeira vez que te dou a mão ou que o nosso beijo se dá com a pequena grande diferença que amo-te mais ainda que todos os dias que fizeram o meu (nosso) passado.
Agarro-te bem para mim, com cada vez maior medo de te perder, beijo-te deliciosamente a testa e amar-te não custa, pelo contrário, sabe bem e faz-me sentir melhor, longe de toda a loucura do mundo real.
Ainda conto as horas, ainda espero ansiosamente pelo reencontro após me despedir de ti, e é isso que me faz ser especial aos teus olhos e tu aos meus, amar como se fosse sempre o primeiro momento sentindo-o sem fim, pois cada um vive na nossa memória, à sua maneira, eternamente.
Mesmo que alguém queira, jamais alguém nos separa, somos fruto da mesma folha, abraçados para o bem e para o mal, com a certeza que venceremos tempestades, pois sabemos, tão bem que elas, existem. 
Por isso mesmo não largo o teu abraço nem abandono a tua mão, quero atravessar o risco e a felicidade no mesmo caminho que tu, para sempre.

 

Fotografia do filme "Blue Valentine"

08
Set16

Ofereces-me a vida.

Carolina Cruz

p9.jpg

 

Oh meu amor. É mesmo isso… A vida é mesmo curta, não é? Não te importes, não penses nisso. 
O dia ainda não acabou, ainda é nosso. Ainda há tanto por onde pegar, tantos caminhos não percorridos, tantos espaços inacabados… Temos tanto por onde começar.
Olha o luar e como ele nos ilumina, a vida ainda não cresceu assim tanto e já é nossa, temos um mundo à nossa frente, somos pequeninos, mas juntos, somos enormes. 
Dá valor ao que tens para dar ao mundo, meu amor, é mais do que tu pensas, a mim dás-me tanto, ofereces-me vida, e já é tudo.

 

Foto do filme "A teoria de tudo"

12
Ago16

[O teu olhar] Dia de te ter.

Carolina Cruz

15.jpg

 

O sol pôs-se, nesse dia que foi feito e só de te ter.
Nunca me abandones meu amor, não sabes a falta que me fazes na tua ausência. Deixa-me pertencer-te todos os dias das nossas vidas.
Olhar-te nos olhos, dar-te um beijo doce adormecendo, desejando acordar com um bom dia e um abraço apertado.
Ter-te comigo é desejar que o dia não tenha fim e ao invés adorar o pôr do sol, dando-lhe um toque de magia. Porque afinal de contas o final de um dia e no cair da noite não só tão só e agradeço a Deus por te ter comigo, desejando o infinito, a brisa e o nosso brilhar mesmo depois do sol se esconder sobre o mar.

 

Foto da autoria de Alexandra Suse da lojinha BSmart, visitem tem coisas maravilhosas :)

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D