Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

Obrigada

tumblr_lim28xgpJv1qefvv1o1_500_large.jpg

 

Como eu tenho orgulho por te ter escolhido.
O meu marido, o pai dos meus filhos.
Meu bem, convosco sinto que não preciso de mais nada, basta ver-te a olhá-los.
A tua simplicidade torna tudo mais fácil.
Eu sou grata por seres assim, por veres nas pequenas coisas a tua maior felicidade.
Contigo, a nossa vida é um lugar feito de sorrisos, de brincadeiras, de um tão completo e doce amor.
Eles amam-te e eu amo-os por te amar e amo-te por eles te amarem tanto.
Obrigada por seres o pai mais feliz e mais companheiro do mundo.
Uma história ao deitar, cócegas ao acordar, milhares de mimos para nos dar.
És o que qualquer mulher sonha na sua vida.
Somos uma família que não é perfeita, mas que é bonita, por dentro e por fora.
Somos o que sempre sonhei, somos um sonho feliz.
Dizem que devemos agradecer antes que seja tarde demais, por isso…
Obrigada por lutares todos os dias por nós, por nos abraçares, por acreditares que estaremos sempre lá para ti, como tu estarás para nós.
Obrigada.

* O teu olhar: tudo faz parte!

Carolina Pereira.jpg

 

Olha-te ao espelho. Chega de dizeres que não és mais tu, que estás mais gorda ou que já não és tão bonita como outrora.
Põe o teu colar preferido, o teu melhor batom e arrasa.
Não há mulher que não seja bonita se mostrar um pouco da sua atitude tão promissora.
Chega de te esconderes por detrás da imagem do que julgas que és. Chega de te esconderes na papelada do trabalho e não aproveitares a beleza da vida.
És bonita sim. Os rapazes olham-te e sorriem. Mas isso pouco importa, a tua maturidade é grande e tu já és crescida o suficiente para saber que o que os outros pensam de ti, não é quem tu és e que o que eles pensam não importa.
Quem virá para tornar a tua vida melhor e fazer-te acreditar de novo no amor, não será pelo teu decote ou pelas tuas formas bem-feitas. Será pela pessoa que és, pela tua luta, pelo teu interesse pela vida, pela tua forma de a encarar.
Por isso, parte à conquista do teu mundo. Põe a tua gargantilha e vai ser feliz. Vai dançar, vai aprender, vai sofrer de novo, se for preciso, porque tudo faz parte, tudo é viver.
 

 

 
(Fotografia da autoria da querida Carolina, que tem uma página de colares e tanta coisa maravilhosa, feita pelas suas mãos de boneca, visitem: M a n d a l a.)

* O teu olhar: A minha voz

Anas há muitas!.jpg

 

É esta a minha voz. É esta a minha vida. Isto é o que sou, em objetos, que são muito mais que simples peças. Dizem tanto de mim, como a minha própria vida. Aqui descrevo e digo de novo – a minha voz.
Eu sou as palavras que escrevo, o meu blog, quem me lê, mulher de tecnologias mas de amor ao papel. Mulher de amor, de muito amor-próprio e felicidade, que me dá o poder de gostar de mim e de quem me rodeia. Sou mulher, mas aprendi a sê-lo de alma e coração quando o meu ser maior de amor nasceu.
Aprendi que ser mulher é muito mais do que simplesmente ser, é amar o mundo, e deixar-se prender ao um novo ser que nasce de si, com todo o seu jeito de perfeição.
Aprendi que sou muito mais do que escrevo, muito mais que dou de mim a conhecer, sou um jeito enigmático que eu própria determino a cada passo que dou, rumo sempre à felicidade, não apenas com esse objetivo mas como um caminho de etapas felizes, porque eu sou aquilo que sonhei ser um dia, por isso sei e sinto que o percurso está a ser percorrido da forma certa, não por acaso, mas sim, porque lutei.
Sei-o e digo-o sem vaidades, mas com alegria, de que posso não ter tudo, mas tenho tudo o que me completa e, tudo o que sou, eu adoro ser.
 

 
* Fotografia da autoria de Ana Azevedo do blog "Anas há muitas"
 

 

Anota

Se vens para me amar, anota (por Carolina Cruz).jp

 

Se um dia quiseres casar comigo, se um dia vieres para me amar. Aprende, anota, fixa bem, senão jamais te pertencerei, jamais terás o meu amor.

Eu serei a tua mulher, aquela que te irá amar incondicionalmente, se me respeitares então terás o mundo, no teu abraço eu serei aquela que permanecerá para sempre, até olhar nos teus olhos e os verem partir, ou vice-versa. Hei-de ser aquela que tu terás orgulho, que te apoiará, que estará lá para (quase) tudo.
Quando digo quase, quero dizer-te que, se me vires como apenas a tua mulher então eu não serei nada realmente, então não merecerás o meu amor, nem tão pouco a minha compreensão.
Posso ser substituível, infelizmente todos podemos sê-lo, numa altura ou outra da vida. No entanto, se sou assim tão substituível prefiro não ser rigorosamente nada para ti.
Porque se me queres pertencer um dia, fica a saber que eu não sou mais uma que entra na tua vida, que não sou uma medalha, uma escrava tua, ou um objeto ou objetivo em que usas como capricho, eu não sou o teu apêndice, não viverei apenas para ti, ou para te seguir ou seguir as tuas ordens.
É isto que te quero escrever, porque se me quiseres realmente, de peito aberto, quero que saibas que eu também tenho defeitos e problemas, mas que não me faço de vítima, que sou uma mulher e não apenas e só do sexo feminino, tenho amor-próprio e não vais ser tu que me fazes querer matar ou morrer por alguém. Se me amares, antes disso respeita-me enquanto pessoa e então terás o que vou querer dar-te: todo o meu amor, não a minha escravidão ou prisão, mas o que sou, sem rodeios, sem receios, o melhor de mim.

 

 

* No (en)canto do meu olhar: Meu mar.

1.jpg

 

Meu mar, toma o rumo que nunca tomaste, arrisca o leme, liberta a raiva que tens dentro de ti e respira liberdade.
Liberdade é o que sinto quando corro para ti num abraço eterno de respeito.
Cresci a teu lado e tu vês como já não sou a criança que a teu lado gritava mas sim a mulher que ousa amar tua vontade.
És imortal e vives com o dom de sentir e tocar os sentidos do Homem, dominando o mundo.
És o desejo que guarda meus desejos, o amigo que vai e que volta sempre ao mesmo lugar, que embala meus sonhos e não me deixa naufragar.

* O teu olhar: Caminho das minhas memórias.

18.jpg

 

Passeio no caminho das minhas memórias e nesse passeio eu conto e sei quem sou, a mulher com horizonte longínquo, de um sonho enorme que não cessa.
Amante das minhas origens, rumo ao destino do amanhã que não conheço mas que aceito e que me entrego com fé, sempre em busca de fazer melhor. Ensinar e aprender em cada dia com que escrevo a minha história. Aquela que desejo que fique marcada no caminho da memória de quem me quer bem.

 

Foto da autoria de Carmo Sequeira

* Filmes com história: A história de Irena Sendler

A história de Irena Sendler.jpg

 

Há pessoas que nascem para fazer o bem e num mundo onde a guerra e a desunião prevalece qualquer bem que se faz é valorizado, mas nem por toda a gente, porque outros há que só plantam o mal.
“A história de Irena Sendler” é uma história verídica da 2ªGuerra Mundial, fala-nos sobre a grande heroína que esta grande mulher foi, ao salvar 2500 crianças judias durante a ocupação alemã na Polónia.
Retrata também que o amor é o que de melhor prevalece, o amor também é uma luta, uma humanidade preciosa que ainda existe mesmo em horas de tanta desumanização.
O filme é uma homenagem a todas as mães, as que por amor abandonam os seus filhos para lhes oferecer um futuro melhor, às mães polacas que mesmo não o sendo, se tornaram as melhores mães do mundo por abraçarem a vida dessas mesmas crianças. E à maior mãe desta história que mesmo não o sendo se tornou a melhor delas todas.
O mundo agradece a Irena Sendler todo o bem que fez.

 

 

 

 

* O teu olhar: Sob a paisagem

Sob a paisagem deleito-me com um sorriso verdadeiro, sonhador. Tu despertas tudo o que de bom em mim vive, libertando-me de tudo o que é mau.
Quero ficar para sempre aqui, junto desse sorriso doce e leve, onde tudo é mais verde, pintado com esperança.
Sou a tua mulher menina de olhos brilhantes, aquela que te promete tudo e que o cumpre, promessas de uma vida que me fará ter-te para sempre, não somente no agora.
Moras na paisagem feliz da minha vida, revejo todas as datas e todos os momentos passados e também tu vives neles, tornaste-me no que sou, realidade fiel e feliz, e então eu convido-te a fazer, todos os dias, parte do meu futuro. E juntos poderemos ir, sem voltar, ao mais belo recanto da nossa ilha, que nos vive e nos encanta de amor.

sob a paisagem.jpg

 

[Fotografia da autoria da Isabel Quental, a "Rapariga dos Açores", um blog bastante simpático e com paisagens lindíssimas, visitem]

* O teu olhar: Nós, mulheres

Manuela Existe um olhar.jpeg

 

Nós, mulheres, somos um ser bonito, ponto.
Cada uma à sua maneira, cada uma com a sua forma de marcar a vida de alguém, de ser forte.
Não é nem a grandeza nem a pequenez de tamanho que define a mulher da tua vida, é a forma como ela te ama, a forma como ela sabe ser diferente.
Não é a sua magreza ou gordura que a faz detestar o seu corpo ou ser menos feliz por isso. A gordura não é uma vergonha para esconder, nem a magreza algo para elogiar ou questionar. Cada mulher tem a sua forma de ser, isso não quer dizer que as mulheres magras também não sintam complexos, que amem o seu corpo. Assim como as mulheres mais gordas se possam sentir-se bem e porque não se haviam de sentir? O importante é gostar de si próprio e não criticar o outro. O mais importante é o amor-próprio, o amor pelo nosso ser, pelo que somos, a beleza mais interessante é a que vem de dentro, é essa que nos define, que demonstra aos outros a nossa essência.
E na essência de uma mulher vive a força de mostrar ao mundo que ela é melhor do que os outros julgam, de traçar caminhos, de vencer o que muitos julgam antecipadamente serem derrotas, mulher é sinónimo de força, de amor.

 

[Fotografia da autoria de uma fotografa muito talentosa, ainda não conhecem o blog da Manuela? Toca a espreitar "Existe um olhar"]

Ela

12187823_472408082966422_6942838893467852109_n.jpg

 

Ela passa e todos se rendem, talvez não seja a mulher mais bonita do mundo, nem sequer a mais sexy.
No entanto, a sua personalidade cativa, no seu sorriso parece morar o mundo, para ela não existem palavras, por ela caía a seus pés.
Ela sabe que é brilhante e eu tenho um sentido que adivinha que no seu segredo mais íntimo ela gosta de ser desejada, por isso deixa qualquer alma “embeiçada”.
Não conheço o seu toque mas deve ter magia, gostava de perguntar-lhe a sua graça e acreditar que com apenas num cumprimento seria minha para sempre, mas eu nem consigo olhá-la nos olhos, o que diria se conseguisse?
Talvez engasgado dissesse que todo o amor do mundo contempla a sua passagem, que todos aqueles que a veneram não sabem tão pouco o que é amar, porque o silêncio traz muito mais palavras que uma frase e um gesto pode tudo mudar.
Vou correr para os braços dela, beijar-lhe aquele sorriso e pedir-lhe para comigo ela ficar, dizer-lhe que ela precisa de mim para respirar!
Esquece, meu, acorda – estás a sonhar!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Outros lugares

Blogues à Mesa
3XQY_12a3qPlDRIcVpKJSt0ZO-QUA-vmBk3L3bSl7jI.png