Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

02
Nov16

[Cinema] 3 filmes sobre a deficiência

Carolina Cruz

p11.jpg

 Nome de código: Mercúrio

Ele transporta o dom consigo, é especial, apresenta disfunções ao nível social e da comunicação, não é um atrasado, é autista. Tem uma inteligência tão sua e tão cobiçada.
Não o entendo como inferior e sim inteligente, num saber tão precoce, tão intuitivo. 
Foi essa inteligência que o levou a estar em constante perigo, mas igualmente a criar ligações importantes para a sua vida.
É necessário nunca descuidar aqueles que cativamos e que, mutuamente nos cativam. Simon soube disso, não esqueceu Art, nunca.
"Nome de código: Mercúrio" leva-nos numa adrenalina constante, a aprender sobre mil e um sentimentos que a vida nos prega e nos traz, que a diferença não é inferioridade, mas sim algo que torna tudo mais especial neste mundo cruel!

 Abraços Partidos

“Abrazos rotos”, nome original do filme “abraços partidos” de Pedro Almodóvar, que p17.jpgconta a história de um cineasta, que perdeu a visão num trágico acidente e que mesmo assim não se vê a parar de escrever e deixar de fazer o seu trabalho, muito pelo contrário.
Este filme relata o reencontro deste cineasta com o passado, a amores que tiveram uma intensidade imensa e um fim precoce, mas no presente esse tempo que não volta mais ajuda a desvendar mistérios e segredos que outrora nunca tinham sido entendidos.
Entra na magia e no suspense desta película do famoso e único Almodóvar e descobre a preciosidade do tempo no agora e do que somos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Like stars on heart 

 

“Somos todos diferentes” é um filme indiano que nos mostra, exatamente, o que o seu próprio titulo indica. Ninguém precisa de ser igual ao outro, cada um é como é, na sua essência e cada um marca da sua forma, naquilo que é melhor.
Tantas crianças há que, tal como Ishaan têm problemas de aprendizagem,p18.jpg como a dislexia por exemplo e ler e escrever para essas crianças é um tremendo pesadelo, porque não compreendem o que é escrito e para saber ler e escrever é preciso compreender para saber como interpretar.
Não estou a dizer que estas crianças nunca chegam a ler ou a escrever. MUITO pelo contrário, são fabulosos artistas, tantos conhecidos há que se deparavam erradamente com as palavras, falo por exemplo de Albert Einstein, Leonardo Da Vinci e incrivelmente até Agatha Christie, escritora de tantas palavras bonitas e se virmos bem são pessoas que marcaram o mundo, são “pedras preciosas”.
“Pedras preciosas” que precisam de ser respeitadas e amadas, de serem compreendidas e animadas apostando nas suas potencialidades porque o seu crescimento e evolução é diferente de todos os outros, e se formos a ver nenhum de nós aprende da mesma forma ou ao mesmo tempo.
Cada criança é uma criança com o seu dom, que precisa ser valorizado, porque cada um nasce para ser diferente de todos os outros, todos somos especiais, cada um é um ser e tem o direito a crescer e a viver com dignidade.
O filme conta a história que reflete tantas outras histórias destas crianças pelo mundo e leva-nos a refletir que de cada um podemos tirar o melhor e que unidos a nossa causa será maior e mais felizes seremos se respeitarmos e acreditarmos naqueles que admiramos e que tanto amamos.

 

 

02
Jun16

[Resenha Literária] Viver depois de ti, de Jojo Moyes

Carolina Cruz

image.jpg

 

Caramba! Tenho de começar assim, é impossível começar a crítica deste livro de outra maneira. Custou-me abandonar esta história, este livro, porque como diz a crítica do New York Times, apeteceu-me lê-lo de novo assim que o terminei.
"Viver depois de ti" é um livro cru, que envolve a magia da vida e o mais escuro que ela nos pode oferecer.
Este best seller discute de forma perfeito os direitos de cada ser humano.
Todas as escolhas que fazemos há sempre alguém que sai magoado, especialmente quando se trata de pôr termo à vida.
Will Traynor, um homem de sucesso, sofre um acidente que o coloca numa cadeira de rodas para o resto da sua vida.
Homem de correr riscos e bom vivã vê-se como nunca se sonhou, repugnando o ser em que se tornou. Frio, mal humorado e desleixando-se, conseguirá aos 35 anos voltar a ser feliz? Será que essa felicidade suficiente?
Tudo mudará quando Louisa Clark entra na sua vida. Divertida, descontraída e com gostos peculiares, muda a sua forma de se entregar ao tempo e à rotina que tem.
Aventuras, aprendizagens, momentos nunca antes experienciados até então surgirão, o que cria entre ambos uma cumplicidade infinita.
Um livro incrivelmente maravilhoso é assim que o posso definir, um livro que nos deixa preponderantes ao debate de sentimentos como o livre-arbítrio e a capacidade de amar e de saber quando devemos deixar alguém partir... mas como isso nos parte o coração.
"Viver depois de ti" faz-nos soltar gargalhadas impulsivas e chorar como se da nossa própria vida se tratasse. Leva-nos sempre a pensar "E se fosse comigo?"
Resta-me agora aguardar ansiosamente pela estreia do filme, e até lá leiam também este livro tão especial!

28
Nov15

[Cinema] 3 filmes que abordam o autismo

Carolina Cruz

Para um fim-de-semana frio deixo três filmes que nos deixam a refletir sobre o autismo e nos permitem conhecê-lo melhor.

I am Sam

43.jpg

“I am Sam” é uma poderosa história que expressa a luta de um pai diferente. Sim, diferente de todos os outros, porque, na verdade, tem tempo para a sua filha, para brincar com ela, para a conhecer melhor que ninguém e para amá-la, amá-la verdadeiramente.
Sam é autista, mas isso não o torna incapaz, muito pelo contrário, a sua sensibilidade é aquela que todos nós, seres humanos, precisávamos de ter. Ele conforta na dor, ele respeita-a, elogia os outros e detesta mentir.
Sim, é diferente e que importa? “I am Sam” demonstra como é bom conviver com esta realidade. A resposta a esse convívio e crescimento cabe a Lucy, que aprendeu muito com o seu pai, aprendeu a ser dócil, a respeitar os outros, a ter compaixão, a gostar de si e de ser feliz.
Há uma prova de amor a cada minuto, que nos ensina e nos mostra como é bom sermos diferentes, tolerantes e amarmos os outros.

 

 

 

52.jpg

 What's Eating Girlbert Grape

Com a interpretação fantástica de Leonardo DiCaprio, este filme conta a história de Gilbert (Johnny Depp) que tudo faz pelo seu irmão Arnie (autista, interpretado por DiCaprio) e que sempre fora responsável por ele, pela sua força, jeito saudável e o seu crescimento. 
Esta é uma história emocionante e amorosa de uma família com uma força incrível, e que vê Arnie como alguém muito especial, que ninguém pode magoar, a quem todos devem respeitar e permitir-lhe ser feliz. 
Vale a pena assistir pela força que é transmitida em cada enredo e em cada passagem, procurando os sonhos, a realidade e viver o melhor possível, que é a mensagem deste filme incrível!

 

Adam

60.jpg

 Adam é o seu nome, um rapaz com 29 anos de idade, com síndrome de Asperger, mas isso não o define, a sua definição é meigo, curioso, inteligente e quando gosta demasiado de uma coisa é empenhado a 100%.
O filme intitulado com o seu nome: “Adam” é um romance diferente que envolve muitas pequenas coisas da vida que tantas vezes nos passam ao lado e com Adam, o pequeno príncipe, sonhador e amante como o verdadeiro principezinho aprendemos que os pequenos detalhes valem tanto, pois embora Adam tenha uma grande dificuldade na comunicação, no olhar o outro e gerir os seus sentimentos (características determinadas pelo asperger/autismo), ele ama, ele é intolerante à mentira e vive sobre a verdade da vida e do que é: genuíno.
Um filme que nos apega e nos faz sorrir, uma história emocionante do início ao fim.

 

Bom fim-de-semana! :)

27
Set15

[Dar que pensar] Tu és...tu!

Carolina Cruz

 Tu és tu.. mais ninguém, não há outro ser igual, não te subestimes, não te deixes abater por causa de críticas maldosas.
Chega de te deixares atacar por más línguas ou troçadas baixas, tu és tu, ponto.
Mostra que a diferença é o que te distingue, não te rebaixes, mostra que te vestes assim porque é o teu gosto, que o teu estilo não é sinónimo de qualquer estereótipo mas sim a forma como te sentes melhor, como te sentes tu.
Mostra que ainda bem que não somos todos iguais e que ainda bem que não gostamos todos do mesmo, porque se não, já ouviste dizer - o mundo tombaria.
Não deixes que ninguém te queira mudar ou mudar a tua personalidade e mesmo que essa pessoa te vire as costas por não te envergonhares ou não te deixares abater mostra-lhes qe também tu consegues ser indiferente e que é tão bom seres tu mesmo, porque cada um é ser especial... Tu és tu!

 

Bom domingo :)

11
Set15

A vida...

Carolina Cruz

21.jpg

 

 

 

 

 

A vida não é um sopro, é um coração inteiro. Não se vive pela metade, jamais será o desistir, com certeza é o lutar, não é o perder mas sim o ganhar.
Não há lugar nenhum onde não perderás o sorriso, qualquer que seja a fase da vida, mas o teu papel é simples: fazer por renascê-lo de novo.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte da imagem: Facebook

06
Set15

[Dar que pensar] Preconceitos.

Carolina Cruz

 

Quantas vezes julgamos as pessoas pelo seu aspecto exterior? Quantas vezes pensamos erradamente antes de conhecer alguém? Fazemos julgamentos e pré-conceitos antes de conhecer a sua essência e ao longo da vida vamos aprender que muitas dessas vezes estamos erradamente e a conversa fluiu e o que achavamos que conheciamos é passado. 
Coca-Cola faz com que, de novo, pensemos nisso, não podemos julgar as pessoas pelos rótulos, porque rótulos têm as garrafas, as pessoas não são a sua "crosta" mas o seu interior, isso é o mais importante, não é?
Os nossos gostos, atos não são definidos pela nossa aparência mas sim pela nossa educação.

Vejam este vídeo, porque vale realmente a pena.
Bom domingo :)

30
Ago15

[Dar que pensar] Os nossos sonhos

Carolina Cruz

 

Por mais pequenos que sejam os teus sonhos, nunca desistas deles, nunca baixes os braços... Acredita em ti, só tu os poderás concretizar.
Vê cada lugar como um mistério, em cada acontecimento uma alegria, em cada amizade um tesouro, em cada amor uma paz de espírito, as coisas boas acontecem, tu precisas e és merecedor de vivê-las.
A vida é muito mais bonita do que tudo o que possas julgar. Não é uma questão de perder ou ganhar, mas sim aprender, a vida é uma contínua aprendizagem. Os nossos erros servem para mais tarde não repetir, para ajudar-nos a triunfar, se errámos foi porque tentámos e amanhã vamos tentar de novo, cada dia é um dia para triunfar, para nos responsabilizarmos pelos nossos sonhos, pelas nossas vitórias, pela nossa vida.
Temos de acreditar em nós para vermos que o mais belo existe e é de graça, o melhor de nós.

Hoje e todos os dias, não larguem os vossos sonhos, vivam e durmam... para sonhar.

 

Bom domingo :)

14
Jun15

[Dar que pensar] Amigos verdadeiros

Carolina Cruz

Achas que é a ficar no sofá que vais contar histórias? Não. Sempre ouvi dizer que quando mais tarde recordares não é da noites bem dormidas que te irás lembrar ou ter saudades. Não são os 1001 amigos que tens no facebook que te vão apoiar nos momentos mais dificeis da vida.
As saudades tomam conta de nós, mas enganamo-las com conversas por chat, videochamadas, mas não é isso que alimenta uma amizade. 
É nos encontros, nas gargalhadas, nas novidades contadas, das piadas que só o teu grupo percebe, a união que vos torna nos melhores amigos, como irmãos, que se defendem e se entreajudam. 
Se tens saudades corre, encontra-os e não encontres desculpes para não aproveitares o que a vida tem de melhor: os amigos, aqueles que, por mais poucos que sejam, valem por mil.
Corre, antes que se tornem estranhos, corre antes que a vida passe e tudo o que tenha restado de vós seja a saudade.
Não te prendas às redes sociais e se as usares, mostra que também podes estar do lado do abraço, da convivência e do gesto que fazem dos nossos dias melhores, porque melhor mesmo que as redes sociais ainda é uma mesa cheia de amigos.

07
Jun15

[Dar que pensar] Um minuto.

Carolina Cruz

Quem nos abandona fisicamente, nunca morre na nossa alma, deixa sempre um legado, uma mensagem e uma palavra para nos fazer agarrar a vida.
É a saudade que nos toma, de um abraço, de uma palavra amiga e de uma simples palmadinha na costas para ganhar coragem.
Por vezes, em vida, ao lado de quem amamos não damos conta que aquilo que temos ao nosso lado é o verdadeiro amor à vida, mas quando esse alguém nos abandona, nós tomamos a saudade como compreensão dos seus atos e agradecemos a Deus por os ter conhecido, porque tudo se tornou mais simples, como aquelas pequenas coisas.
"O tempo não é sempre generoso", e não é. Leva as pessoas que mais amamos, com quem brincámos, com quem aprendemos tanto... mas ninguém prevê o futuro e a saudade existe para nos mostrar que tudo o que passámos valeu a pena.

31
Mai15

[Dar que pensar] O verdadeiro conceito de amor...

Carolina Cruz

O amor é isto mesmo. Mesmo sem papel, prometer e cumprir estar-se ao lado de quem se ama, até ao fim. Não desistir e lutar a cada dia.
Não abandonar alguém porque dói olhar ao sentir que não se é a mesma pessoa depois da doença/acidente, mas sim acreditar e amar-se no seu todo, antes e após a dor em nós acontecer.
Porque os milagres acontecem a quem faz uso da sua fé, do seu amor, não pedindo nada em troca senão apenas mais amor.
Chris Medina sabe que a sua vida pode ser um milagre porque acredita  e conhece o amor na sua essência, aquele que dura e que cuida e por isso não teme o seu futuro, sabe que a sua história foi o que o destino decidiu não ser de mais ninguém, porque Deus sabe quem são as almas fortes que conhecem a verdadeira razão do amor.
Toda a vez que escrevo sobre esta história de amor, emociona-me saber que há pessoas puras e fortes, que ainda glorificam o verdadeiro sentimento que nos une, neste mundo que tanta gente parece desvalorizar tudo o que sente num segundo.

Não dá que pensar?


 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D