Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

19
Set17

[O teu olhar] Não me condenem

Carolina Cruz

Manu pereira.JPG

 

Sento-me e sinto-me em paz. 
Não há nada que mais me acalme que a natureza, o seu verde, o seu ar puro, a sua sensatez. 
Ouço os pássaros cantar, os alfaiates a salpicar na água, a aurora a nascer, o dia a anoitecer, e ainda assim, por mais que todos os dias terminassem, eu permanecia aqui, com uma inquietude no peito, uma sensação maravilhosa que é estar de bem comigo, de bem com o mundo. 
Ler torna-nos assim, mais calmos, mais tolerantes a aceitar o que nos rodeia, a mimar a natureza, a amá-la, a compreender os outros, a amarmo-nos a nós mesmos, a viajarmos dentro de nós próprios.
Podemos ir a qualquer lugar sem sair de onde estamos, conhecemos novas personagens, novas histórias de ficção que semelhantes ou não à nossa própria vida, nos dão outro alento, outra esperança, um novo acreditar.
Não sou anti-social ou snob, nada disso, gosto de preservar o que me faz melhor, o conforto de um livro é tudo o que desejo para relaxar e então num banco de jardim, sinto-me completa.
Não me condenem, experimentem fazê-lo.

 

(Fotografia da autoria da Manu, uma fotografa que nos toca com o seu olhar em "Existe um olhar")

11
Jul17

Vamos?

Carolina Cruz

FB_IMG_1488399407033.jpg

 

Não me importa a onde vamos. 
Correremos o mundo juntos. De mãos dadas. Para sempre, de mãos dadas.
Não precisamos de ir muito longe, não precisamos de fazer milhares de quilómetros. Precisamos de sentir a natureza, de amá-la, como ela nos ama com todo o seu esplendor.
Não me importa a onde vamos. Eu só quero partir, tu e eu. Para longe de tudo. Para bem longe do mundo. Ficaremos mesmo no centro, do centro do amor.
Não me importa mais nada se estivermos juntos. Passearemos de mãos dadas o resto da vida. Viajar nos tornará melhores. Não precisamos de gastar um tostão, precisamos de amar o que temos e isso, isso já é tanto. 
Vamos… conhecer, completar (ainda mais) quem somos, vamos aprender, olhando ao redor do mundo. Vamos… conhecer novas culturas, novos lugares, pessoas novas, e ainda assim nos manteremos lado a lado, porque sem ti viajaria na solidão. Contigo, eu faço esta travessia de alma e coração.
Vamos?
 

 

 

 

 
12
Jun16

Conhecer o mundo

Carolina Cruz

14.jpg

 

Eu queria conhecer o mundo, explorar cada pedaço da sua sabedoria e rebeldia.
Sem medos, fazia as malas e partiria para longe, talvez onde pudesse encontrar pessoas com um sorriso verdadeiro que amam o pouco que têm.
Queria poder saber o quanto há em mim de capacidade de ser forte às adversidades, além daquelas que eu sei que suporto e ultrapasso. A vida é feita disso mesmo, da aventura de se viver.
Quero ir mais além, muito além de mim, partir à aventura, caminhando, cheirando a natureza, andando se conhece o mundo, se apercebe que a beleza estás nas pequenas coisas daquilo que somos, tão perto e tão longe de nós mesmos!

05
Jun16

Viver.

Carolina Cruz

3.jpg

 

Viver é tudo o que preciso neste momento.
Procurar-me e encontrar-me no mais secreto de mim, na realidade e na felicidade que eu entendo por vontade própria merecer. 
Preciso de fugir dos meus princípios, começar mesmo pelo fim, encontrar a serenidade na estrada da vida e partir indo ao encontro de tudo o que é essencial em mim. 
Procuro a riqueza dos afetos, a paz interior sem me confundir com a saudade de tudo o que deixei para trás. Preciso de voar mais longe, de me desapegar deste apego angustiante que não me deixa lembrar nem chegar mais alto, sonho e invento, sinto-me perdida de sentidos, de recordações felizes que deixam mágoa, preciso de abrir a janela e saltar para o outro lado onde mora o meu futuro.

10
Mai16

Vamos!

Carolina Cruz

10.jpg

 

Vamos viajar sem destino, vamos encontrar o tempo e vamos andar à deriva. 
Vamos andar à procura da liberdade, apenas tu e eu, somente nós.
Fugiremos de todas as coisas que nos atormentam, fugiremos daquilo que não queremos que nos diga respeito e sim dar voz às coisas mais importantes para nós e dar valor àquilo que somos, um e outro, juntos.
Não te importes de que forma formos o que saberá bem é caminhar sem saber bem, mas ter noção que a caminhada que façamos será essencial não só para o nosso crescimento, como é a vida, mas também para assentarmos o nosso futuro, por isso, vamos.
Vamos encontrar a alegria em cada sorriso, a gargalhada em cada ritmo do olhar e a cada toque que nos dá a alma e o sabor de se ser, amor. Por isso, vamos, vamos viver, que a vida é o caminho!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D