Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

15
Abr15

[Ficção] Parte incerta

Carolina Cruz

veronikadecidestodie01.jpg

 

Tu não entendes… a forma como me sinto. Tu és um furacão, aquela em que rodopiei numa dança e da qual não quero mais sair.
Tu não compreendes que estás a querer pôr termo a algo que não tem fim, não sejas assim tão cruel, não dês cabo deste coração que te ama além de tudo, de todos os defeitos que tantos te apontam, até mesmo quando te achas tão senhora do teu nariz.
Como ficará tudo aquilo que somos, quando partires? Deixar-me-ás inquieto sem saber o que fazer da minha vida, sem saber sequer porque é que depois de me fazeres sofrer, ainda te querer em mim.
Ainda dizem que homens como eu não sofrem, acham que não, porque ainda não encontraram a mulher certa, não aquela que fique para sempre, mas aquela que faz doer o coração por ser tão ambígua, tão fria e tão meiga ao mesmo tempo, mas eu sei que isso não é ter alguém mas isso não significa que não se ame, é assim que me sinto, como um pássaro preso numa gaiola que não quer mais sair, que não tem por onde ir.
Não percebes que amanhã não haverá os teus cabelos loiros pousados sob o meu peito, nem sequer o teu mau humor matinal recebido com um beijo meu e um sorriso matreiro, amanhã não haverá um nós, já hoje não existiu, na verdade talvez nunca tenha existido, o que tivemos foi apenas uma boa miragem, um sonho que partiu, contigo… e eu irei voar para parte incerta.

 

Fonte da imagem: http://appraisingpages.com/

 

 

15
Abr15

[O teu olhar] Meu bom ouvinte.

Carolina Cruz

2. Sandy Fotografia.jpg

Encosta a tua cabecinha na palma da minha mão e deixa-te ficar.
Apodera-te de todas as minhas tristezas e dessa forma simples torna-me na pessoa mais feliz.
Olho sob o teu olhar e então conheço o amor na sua essência! Ainda dizem que os animais não têm sentimentos, têm muitos mais que tantos racionais, são eles que falam num silêncio de um gesto acolhedor.
Nesse olhar, meu velho amigo, eu sei que posso confiar, ouve todos os meus fados sem me calar e sê bom ouvinte, escuta com o coração, aquele que bate baixinho, mas com emoção.

 

 

Fotografia da autoria de O Olhar da Marina.

 

 

 

 

 

 Também queres enviar a tua fotografia? Para que eu faça um texto inspirado nela? 

É um projeto do blog intitulado "O teu olhar" em que a fotografia é tua, e a inspiração é minha. 
A adesão tem sido fantástica e é uma forma criativa de dar a conhecer blogs, por isso poderás enviar até ao final do mês de Junho.
Porque não envias a tua? É simples, envia para carolinacruz22@sapo.pt

Fico a aguardar por esse teu olhar inspirador!!! Obrigada por estares desse lado.

 

 

 

 

 

.

14
Abr15

Além da morte

Carolina Cruz

10151976_611373462287638_2714819160641349667_n.jpg

 

 

Esta forma em que me vives, inquieta-me. 
Como se teu pequeno sonho me fizesse sentir vitoriosa a cada segundo de vida em mim.
Em ti, não tenho sossego, o meu coração enamora-se perdido, os meus lábios desejam beijar-te e o meu corpo pertencer-te.
É uma força que me faz enfrentar um novo dia com um sorriso e desejar que esta força não esmoreça a cada hora viva do nosso ser e que o nosso espírito possa vivenciar um milagre de nos manter juntos além de tudo, além da morte.

 

 

 

 

Fonte da imagem: Facebook

13
Abr15

Nunca pares de sonhar

Carolina Cruz

1619221_213045188902714_1105456559_n.jpg

 

Quando menos esperares a tua vida dará uma volta de 180 graus, precisas apenas de ter fé e acreditar que é possível.
Tens de avançar, mesmo que as pedras te magoem os pés, vai sempre existir um lugar onde possas descansar, cuidar de ti mesma e recarregar baterias.
O mundo faz-te forte e precisas de sê-lo, porque senão tornaste naquilo que não queres ser e envolves-te numa mágoa que te prende numa frustração sem fim.
Por isso não pares, não ouças as vozes que te levam a baixar os braços e segue os teus sonhos, mesmo que algum dia te digam que não, o sim sempre irá existir, algures, no caminho.
Não te canses de viver, nunca pares de sonhar.

 

Fonte da imagem: tumblr

 

 

10
Abr15

[Simplicidades da vida] Escrever

Carolina Cruz

10659349_279354105605155_7924933079839077591_n.png

Escrever é guardar da vida, o que ela tem de melhor e nesse melhor encontrar tudo o que se levou de algo menos bom, pela qual não baixámos os braços e nos levantámos em direção ao sol.
Escrever é mergulhar na cor do nosso desejo, é beber da vida em goles pequenos e saborear toda a sua sabedoria, que consigo está guardada.
Escrever é não desistir dos sonhos, é envaidecer-nos de culpa e de promessa que o que escrevemos é também para olhar os outros e saber que tudo aquilo que sentimos, eles sentem também.
Quem escreve sempre vive, porque a vida está nas entrelinhas de cada pedaço da nossa história de cada dia em que somos nós próprios, em palavras.

 

Fonte da imagem: Tumblr

 

 

07
Abr15

A cor do amor.

Carolina Cruz

pinterest.jpg

 

No olhar dela espelhava o sorriso, o orgulho e o pensamento profundo de como é bom viver ao lado do homem com quem sempre sonhou morrer junto.
O tempo deixou de falar mais que eles próprios e ambos construíram o destino como sempre desejaram.
O seu desejo moveu a sua vida, desde sempre e para sempre.
Jamais se preocuparam com o que os outros pensavam, eles sabiam o que eram, num segredo um do outro. Sabiam que sempre seria assim, sempre o souberam.
Desde que se conheceram, o mundo passou a ser deles e tudo à volta pintou-se de uma outra cor, a cor da felicidade. Porque as verdadeiras histórias de amor não estão apenas atrás de uma tela de cinema, existem na vida real, nós apenas temos de acreditar que são possíveis e reais e, concretizá-las a cada dia da nossa vida.

 

 

 

 

   Fonte da imagem: Pinterest

06
Abr15

[Música] António Zambujo

Carolina Cruz

asbeiras.pt.jpg

 

António Zambujo? Impossível deixar passar ao lado toda a irreverência deste cantar que com tanta sabedoria e humor nos deixa a gargalhada numa cantiga.
Ouvir António Zambujo é acreditar que o melhor da música portuguesa terá pernas para andar durante muitos anos... É olhar para a vida com um sorriso e com fé, porque ouvi-lo é dar alento e alegria aos nossos dias cinzentos, que irremediávelmente existem.
A sua voz atrevida e o seu jingar um tanto sensual faz não chorar, mas rir até as pedras da calçada com seu fantástico fado (desconcertado) que tem vindo a ser conhecido por todo o mundo! Obrigada António Zambujo!

 

Fonte da imagem: asbeiras.pt

04
Abr15

[Cinema] A vida é bela

Carolina Cruz

 

1237592_153327688207798_923142670_n.jpg

 

 

 

 

Sempre ouvi dizer que o olhar de uma criança é mágico e que a inocência traz sempre consigo um brilho inconfundível. O seu olhar é leve, breve e sonhador. 
Se sonharmos, se formos mágicos à nossa sábia maneira, a vida tem outro sentido, mesmo que mais curta ela é mais duradoura. Vive-se mais, brinca-se mais, há mais e maiores sorrisos e os problemas são um jogo que procuramos sempre ganhar.

É exatamente isso que Roberto Benigni nos quer demonstrar no seu brilhante clássico de "A vida é bela", onde se chora, se ri, se chora a rir, se vive e se sente cada minuto deste enredo que parece não ter fim.
A forma de viver e de pensar em "A vida é bela" cativa-nos, prende-nos e faz-nos reflectir sobre como devemos encarar os nossos problemas, dando valor às nossas motivações do dia-a-dia e do amor, enfrentando o pior à procura do nosso melhor, esperando que a vida seja, aos nossos olhos, sempre bela!

 

 

 

 

Fonte da imagem: http://www.revistadehistoria.com.br/

03
Abr15

[Por aí] Manoel de Oliveira: o espírito jovem partiu.

Carolina Cruz

 

estados.jpeg

 

Colocando os gostos e preferências de lado, pois aquilo que se gosta realmente ou não, não muda pelo facto de as pessoas partirem. A verdade é que Portugal ficou mais pobre ontem com a morte de Manoel de Oliveira, o mestre e cineasta português que para nós é um grande exemplo de que a verdadeira idade não conta, mas sim a idade da alma.
É também a prova que nos tornamos mais jovens quando vivemos de coração e fazemos aquilo que realmente importa, aquilo que na verdade mais gostamos e que fazemos com  amor. Também por isso, Manoel de Oliveira soube, com tanta sabedoria, não apenas existir mas viver (no sentido da experiência intensa e interessante) durante estes seus belíssimos 106 anos.
O seu segredo sempre disse: “Parar é morrer e isto é aplicável hoje. O pior de tudo é parar, quer dizer, não se fazerem coisas, não se fazer nada, ficar com medo, retrair-se”.
Por isso, para aqueles que gostavam ou para aqueles que não gostavam do seu trabalho, o mestre Manoel deixou uma mensagem a todos eles, e independentemente de sermos fãs ou não dos seus filmes, ficamos fãs da sua pessoa, com uma alma tão grande e um espírito tão jovem.
Bem-haja Manoel de Oliveira, por ser português e dar a conhecer ao mundo que o seu país também tem grandes lendas, como foi e será o seu caso.

 

 

 

Fonte da imagem: http://estadosentido.blogs.sapo.pt/

02
Abr15

[Por aí] Dia mundial da consciencialização do autismo

Carolina Cruz

Autismo-símbolo.jpgNão há forma de se ser igual a ninguém. Todos os indivíduos são um ser próprio, com a sua forma tão íntima de existir.
Por isso não há que chamar alguém de “diferente”, somos todos, é isso que nos torna realmente especiais.
Todos nós trazemos magia na vida de alguém, mas há seres aqueles que chamamos de especiais, porque o são, aqueles que têm tanto para oferecer ao mundo, mais do que alguém possa julgar. Eles têm o seu mundo, mas a nós oferecem-nos a cada dia um pequeno sorriso que é uma estrela 
cintilante. 
A sua sabedoria é como essa estrela, é brilhante, eles têm o dom não só de um sorriso mas de algo tão natural e tão genuíno que nos faz desejar ter uma alma destas por perto.

Eles não são inferiores, agressivos ou maliciosos, muito pelo contrário, são bem capazes de realidades e cumplicidades que muitos não sonham, eles não são a sua síndrome, não são a sua deficiência, porque deficiências e eficiências, todos temos.
Eles não sabem definir o que sentem, nem por vezes interagir, mas o seu sentimento sabe o que significa um abraço de coração e amar alguém, uma forma que só o seu íntimo conhece em segredo, mas para todos os que se envolvem positivamente com ele, torna-o e crê que é um guerreiro, olhando-o por dentro e sentindo o que ele vive…
Porque o autismo existe…
E é também o amor, porque também ninguém o sabe definir!

 

 

Fonte da imagem: http://www.jornalmedico.pt/

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D