Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

05
Set16

Rodamos pela vida

Carolina Cruz

2.jpg

 

Nos teus braços perco a noção do tempo, apenas invento cada momento de partilha, de amor, em que tu e eu vivemos um para o outro, desejando que todas as horas se repitam como um disco riscado.
E nós? Rodamos pela vida fora numa dança, no embalo do que sentimos, neste amor tão perfeito e tão nosso, como uma música que marca e que fica, para sempre. 

 

Foto: filme "I love, Rosie"

04
Set16

Vai sem medos

Carolina Cruz

3.jpg

 

É bom viver a vida amando os outros, conquistando-os, criando laços… é de facto. Mas espera, deixa-me dar-te um conselho:
Não te apegues demasiado, não dês tudo de ti, não cries expectativas elevadas. Só tu te mereces nesse amor pleno. Dá tudo a ti mesmo, tudo o que sonhas e depois então os outros.
A vida ensinou-me a confiar nas pessoas sempre de pé atrás. As pessoas erram, tu erras, mas tu te dás demais então tu é que sofres.
Podes viver mais, sentir mais, sorrir mais, dar mais valor. No entanto, nem sempre compensa essa felicidade se não for genuína ou se apenas esse sentir.
Vai sem medos, ama, mas sem seres idiota, sem bateres com a cabeça e ainda assim voltares a insistir no erro da dor que perdura. Porque na verdade, quem ama procura.

03
Set16

[Cinema] 3 filmes com histórias fortes.

Carolina Cruz

2.jpg

 

Monsters Ball

"Monsters ball" é um filme pesado mas que nos vai deixando mais leves ao longo do mesmo. 
A sociedade acredita que aqueles que se suicidam são os que se sentem culpados ou mais usualmente dito fazem-nos por serem fracos. Não creio nisso e o filme prova-nos que por vezes (nem sempre) são as pessoas com maior coração e sentimentos que o fazem e que é preciso ter coragem para o fazer.
No entanto, a vida ao dar tantas voltas faz-nos repensar nesse assunto e pensar que algumas pessoas poderão mudar com as suas dores, refazendo a vida depois de tantos erros. E o amor... Esse amor que sempre faz milagres lembra-nos que todos somos seres humanos com sentimentos e emoções e que se não faltarmos ao respeito aos outros, também o merecemos, pois não é a nossa pele ou a nossa cor que nos define, mas a forma como olhamos a vida. "Depois do ódio": o amor!
Vejam!

 

 

 

 

53.jpg

 

Misterious Skin

Ninguém pode viver o seu presente sem ter a mínima explicação do seu passado, da forma como foi educado, o que fez parte do que foi, o que responde às perguntas às quais se questiona hoje.
No olhar dele existia a vontade de alcançar o que foi, de sentir o que para ele não tinha explicação, ficou-lhe o desejo e a loucura, a frustração escondida de não ser de novo o MELHOR.
No outro olhar estava rasgado o pânico de não conhecer o passado tal e qual, verdadeiro, a vontade de seguir em frente mas o medo de o fazer, de se magoar, de viver.
Há um início mas não um fim, a melhoria das suas histórias não existe, há apenas marcas e um desejo de as apagar... para sempre.

 

 

 

mag.sapo.pt.jpg

 

Serena

Quantas loucuras e crimes é o ser humano capaz de fazer por amor ou desilusão?
A raiva é o sentimento mais culpado, mais feroz e mais feio do mundo, acarreta ódio, quando podia ser o contrário: compreensão, retribuição, crença no outro, no seu amor.
Todos erramos, todos somos culpados pelos nossos erros, mais ninguém, mas nem sempre somos culpados pelos erros dos outros, e quando a vida de quem amamos está em perigo nós fazemos tudo para remediar aquilo que fizemos outrora mas por vezes pode ser tarde demais, mas nunca o é para aprendermos a pôr de lado certos sentimentos ou certas pessoas.
“Serena” é um filme impressionante, cru e cativante que nos deixa boquiabertos sem querer desligar desta história surpreendente, em que Jennifer Lawrence tem um papel espetacular ao lado de Bradley Cooper.
Vejam e deixem-me a vossa opinião!

 

02
Set16

[Resenha Literária] Um amor inexplicável

Carolina Cruz

1507-1 (2).jpg

 

 

 

“Um amor inexplicável” é o primeiro livro da blogger Ana Ribeiro, do blog “Escreviver”.
A sua paixão pela escrita é também ela inexplicável, sendo que através da editora Capital Books, Ana publicou o seu livro, que conta a história de João Pedro, um jovem apaixonado pela vida, que a vê fugir quando lhe é diagnosticada uma leucemia.
Quando todos os amigos o abandonam nesta sua fase mais crítica, é Laura quem o abraça com esperança e que acredita em todas as suas vitórias.
Laura não conhece muito bem João Pedro, no entanto uma amizade surge quando todas as outras partem, surgindo também um amor que se torna especial. Porque é na dureza que a vida nos transmite, que tudo se torna verdadeiro.
Um livro que podia ter tudo para ser dramático mas que não é, fazendo-nos sim, procurar seguir sempre os nossos sonhos.
Uma história importante e com factos interessantes para serem debatidos com os mais jovens, o que tem vindo a fazer a autora.

02
Set16

[Ficção] Obrigada.

Carolina Cruz

1.jpg

 

Obrigada por despertares de novo o amor que desconhecia ainda me invadir, por fazeres palpitar o meu coração no exato momento em que mergulhava na penumbra. 
Obrigada por me aceitares com todas as feridas por fechar, com os pedaços partidos da minha existência. 
Tu uniste-os com esse teu doce olhar e com o teu jeito protetor eu presenciei algo que desconhecia: a fé. Não em Deus, mas na vida, no amor. 
Obrigada por aceitares que ainda sou pela metade, que o meu coração nunca será todo teu por completo. Prometo, apertando-te a mão que serei a melhor namorada do mundo, dar-te-ei este mundo e o outro, porque tu mereces toda a minha eternidade, essa que me trouxe de novo para a vida.
Obrigada é pouco, por isso um amo-te basta.

 

Foto: Filme "I love, rosie"

01
Set16

# Uma foto por dia: Julho e Agosto

Carolina Cruz

É verdade! Tenho sido uma desleixada quanto às minhas fotografias diárias, no entanto eu sou teimosa e quando aceito um desafio levo-o até ao fim, no entanto em agosto tentei participar no desafio #desculpasparasorrir do blog SorrisoIncógnito e não o fiz por completo, mas dei o meu melhor. Foram meses atribulados, com trabalho, muita ocupação mas também muitos bons momentos.

JULHO

PicMonkey Collage1.jpg

181/366 - comiii um rato!!!
182/366 - meu paraíso perfeito
183/366 - sendo saudável
184/366 - Starbucks em casa.
185/366 - Perfect

PicMonkey Collage2.jpg

186/366 - pôr a leitura em dia.
187/366 - combinações perfeitas
188/366 - descobrindo a rã.
189/366 - recordando a infância #quemequem
190/366 - passeando

PicMonkey Collage3.jpg

191/366 - ao fresquinho #cinema#quehoraselavolta
192/366 - a vida é uma viagem. Ler também
193/366 - repousando com Castle.
194/366 - "Afinal o mundo é feliz", eu sou quando ouço boa música! #musicaportuguesa#patiodascantigas #cesarmourao #miguelaraujo
195/366 - o melhor spot de fim da tarde.

PicMonkey Collage4.jpg

196/366 - "Momentos que fazem parar o tempo" documentário do centro comunitário da Gafanha do Carmo. Um verdadeiro exemplo de animação. ❤ @centrodagafanhadocarmo
197/366 - ando nas leituras convosco ! #blogger
198/366 - good moments!
199/366 - celebrando a vida
200/366 - perfect.

PicMonkey Collage5.jpg

201/366 - Amar (sob) o luar
202/366 - "Passo a passo, vou andando p'ra frente"
203/366 - dividida entre dois vícios
204/366 - segue o teu coração ❤ #maratonadeleitura #coisasquenosdizocoracao
 
205/366 - alma simpática na noite escura.

PicMonkey Collage6.jpg

206/366 - a minha biblioteca a crescer!!
207/366 - ontem foi dia de festa!#happybirthdaytome
208/366 - novas aquisições
209/366 - detalhes.
210/366 - final da tarde perfeito!
211/366 - a minha lista de livros não para de aumentar e a minha vontade de os comprar também não #vicio #leituras

AGOSTO

 

PicMonkey Collage7.jpg

212/366 - momentos saborosos
213/366 - lugar sem fim.
214/366 - sendo saudável sem filtros.
215/366 - ter um lar é ter mais que uma razão para agradecer #dia4 #desculpasparasorrir 
216/366 - noites (bonitas) de verão #noite #dia5#desculpasparasorrir

PicMonkey Collage8.jpg

217/366 - reflexos #dia6 #licorbeirao #bebida#desculpasparasorrir
218/366 - baile de verão #convivio #dia7#desculpasparasorrir
219/366 - colorindo o prato #dia8#cor#desculpasparasorrir
220/366 - devorando. Adoro a autora. Uma autêntica viagem à liberdade de espírito jovem#pretoebranco #gayleforman
221/366 - passear é, sem dúvida, algo maravilhoso. #desculpasparasorrir #dia10 #passeio

PicMonkey Collage9.jpg

222/366 - "À noite na cidade, há sempre um sonho e há magia" #dia11 #luzes #figueiradafoz#desculpasparasorrir
223/366 - pôr do sol #dia12 #sol#desculpasparasorrir
224/366 - figueira #ferias #dia13#desculpasparasorrir
225/366 - dias e memórias sem fim.
226/366 - Partir com desejos de voltar!

PicMonkey Collage10.jpg

227/366 - regresso à Terra de emoções.
228/366 - acordar sem horas e com esta companhia, pequenas coisas que sabem pela vida!#acordar #desculpasparasorrir
229/366 - Escrevendo em boa companhia
230/366 - relembrando filmes engraçados#derepentejanos30 #canalhollywood
231/366 - leituras agradáveis de espírito jovem.

PicMonkey Collage11.jpg

232/366 - um pokémon verdadeiro
233/366 - vontade de voltar.
234/366 - minha fiel
235/366 - como quem deseja sobre o céu
236/366 - finais de tarde.

PicMonkey Collage12.jpg

237/366 - perspectivas de um pôr do sol.
238/366 - diz que o ouço o Zambujo e que é boa música
239/366 - Partilhas literárias no paraíso!
240/366 - paraísos tão perto.
241/366 - amor impossível #vitoriaguerra#josemata #cinemaportugues
242/366 - sempre e só na janela.

01
Set16

Tu és o que eu quero para sempre abraçar

Carolina Cruz

3.jpg

 

Tu és a hora preferida do meu relógio, a proferida na minha história e a bagagem que levo nesta viagem que é a vida. 
És o doce que serve de balanço quando o mundo parece tornar-me tão acre. 
És a canção mais bonita que danço, a tua forma de me tocar é um desafio de cordas afinadas, mesmo quando a ideia é desafi(n)ares-me. 
És o que sei escrever e não dizer, és a liberdade dentro das paredes onde quero morar. 
Tu és o teu sorriso, e o teu sorriso é a tua luta, que me ama sem cessar nesta fidelidade que eu quero para sempre abraçar.

 

 

Foto: Filme "se eu ficar"

Pág. 4/4

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D