Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

17
Out18

O teu coração é a minha casa

Carolina Cruz

43346219_541928076257366_3430802520081956864_n.jpg

 

Olho nos teus olhos e pergunto-me como é possível alguém não acreditar que possa existir amor eterno, amor paciente, que se demora, que se perpetua no tempo e nos aquece a alma. Sei que sou repetitiva, que estou sempre a dizer-te o quanto sinto por ti, o quanto te amo e o quanto me fazes bem, mas sabes... é isso que falta à nossa volta, com as pessoas em constante stress: não dizerem o que sentem. Eu não me canso de dizer-te que os teus braços são o meu lugar favorito, que o teu conforto e o teu amor por mim fazem-me viver sem temer a morte.
És a minha sorte e a minha felicidade. Tudo o que vivemos é um completo desafio e a nossa cumplicidade é a essência de uma infância sem fim, repleta de inquietude, de um sentir frenético, sem dor. Somos capazes de dominar o mundo juntos e fazer frente a qualquer problema desde que estejamos de mãos dadas... Não me importa a onde vou se estiver contigo, não importa o lugar, porque o teu coração é a minha casa.

16
Out18

Para te ver sorrir

Carolina Cruz

42899033_539258693190971_950440249304023040_n.jpg

 

 

 

Apaixono-me por ti todos os dias e pergunto-me porque é que o amor se gasta tão facilmente nos dias de hoje. Eu fecharia os meus olhos para te ver sorrir e seria capaz de passar milhares de horas a olhar e a beijar o teu sorriso. A sonhar-te, a acordar ao teu lado e ser grato por ser real. 
Hoje não se demora no infinito, é tempo demais. Não, nada disso, comigo não é assim... Eu não tenho pressa, já me basta o dia-a-dia! Eu quero perder-me em ti, habitar no teu abraço, dar-te as mãos e agradecer por encontrar o teu coração dentro do meu.
O amor precisa de longas vontades, não apenas do prazer que manda o corpo, mas de certezas que conquistam a alma. E eu não tenho dúvida que o encanto do nosso encontro é sentir que cada dia é o dia mais certo para se amar.

15
Out18

[Ficção] Não me quero levantar

Carolina Cruz

43595734_542810426169131_4922062289634328576_n.jpg

 

Cercas-me o pensamento, há dias que não durmo, a cama vazia com o teu cheiro corrói-me a pele, afeta-me como se assim a minha vida não andasse para a frente.
Costumava dizer orgulhosa que gostava muito de ti, mas que se algum dia terminassemos eu viveria bem sem ti. Menti a mim mesma, aos outros. Menti tanto, mas tanto. 
Hoje procuro-te em todo o lado, na pele dos outros, nos sorrisos, nas ruas... Dói-me constantemente esta tua ausência, não sei viver assim. 
Fecho os olhos e ainda consigo ouvir a tua voz dizer-me baixinho que sou a cor dos teus dias e hoje, hoje os nossos dias (ou pelo menos os meus) não passam de um pesadelo, de uma escuridão infinita.
Nem sempre há finais felizes, às vezes o que é verdadeiro também termina e eu nunca viverei bem sem ti.
Deito-me nesta cama em que te sinto e não me quero levantar.

14
Out18

Um mundo novo espera por ti!

Carolina Cruz

 

tumblr_sorrisoo.jpg

 

 

Não sabes onde estás? E onde estás parece que não te encontras?
Rapariga vive intensamente e segue a velha máxima de que “onde não és feliz, não te demores”.
Basta! Basta de implorar amizade onde não a encontras, amor onde só a solidão chega. 
A vida são dois dias e se não podes ser quem és, se não te sentes inteiramente à vontade para seres tu, onde queres que estejas, não fiques. 
Há sempre um lugar no coração de alguém onde possas morar, há sempre um círculo de amigos onde te sintas em casa e um amor inteiro que te irá abraçar.
Não podes é permanecer nesse impasse de te acobardares em ficar onde estás porque simplesmente tens receio de seres criticada. Mas que importa?
Que importa se tu podes ser feliz onde não estás? Se a tua felicidade se encontra fora da tua zona de conforto? Que pelos vistos de conforto não tem muito.
Liberta-te do que te dá peso nos ombros e não paixão. 
Liberta-te antes que seja tarde demais, não olhes para trás e mostra a ti mesma um sorriso.
Anda, miúda, há um mundo lá fora onde podes dançar, onde podes ser tu mesma!
Vamos lá! Sorri, um mundo novo espera por ti!

01
Out18

Ela...

Carolina Cruz

41940935_532823597167814_6929162534972817408_n.jpg

 

Ela não é fria, ela simplesmente se cansou de dar o seu coração a quem, por uma ou outra razão, o engana, o desfaz.
Ela cansou-se de procurar abrigo nos braços onde vivia sem tecto, onde o chão que pisava era escorregadio e traiçoeiro, porque ela só se dá a quem ama de coração inteiro.
Não há metades, só quer certezas e, na sua vida, prefere ter poucos, mas aqueles que sabe que estão lá sem cobrança ou ciúme, com desejo de lhe querer bem todos os dias. Porque ela aprendeu que mais vale estar sozinha do que com quem não lhe quer bem. Afastar as más energias e as obrigações, já bastam os fretes no trabalho e na rotina, não há tempo para magoar numa amizade, só o faz quem quer e no seu coração só cabe quem ela quiser.

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D