Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

08
Jan17

[Ficção] Sonha menina

Carolina Cruz

sonha menina1.jpg

 

Vejo-te passar pela rua, como um anjo que guarda os meus pensamentos. Nem uma palavra consigo dizer-te, porque sei que nessa pacatez tu tens o mundo a teus pés, nessa tua simplicidade tão especial.
Embora não te conheça, sei que és cá dos meus, gostas dos lugares mais escondidos, dos sentimentos duradouros, de momentos que não precisam de palavras, és de poucos gastos porque apenas a vida te basta.
Não te conheço, mas sei tanto de ti, ao ver-te pela janela. Sei que és uma pessoa luz, que com a sua paz ilumina o meu dia e também isso me basta, porque sou uma sonhadora e sonhar contigo todas as noites é sentir que posso também morar um dia que seja no teu pensamento, mas se eu não disser quanto temo estar errada, nunca vou saber se estou certa.
Ainda assim, acredito que me guias, que sabes melhor que eu o meu futuro e quem sabe os nossos caminhos não se cruzarão um dia?
Sonha, menina, sonha, com esse homem luz. Sonha, que faz tão bem.

 

 

 

24
Nov16

Há uma saudade

Carolina Cruz

saudade que volta.jpg

 

Há uma saudade que volta ao meu rasgar do sorrir.
Voltei a perder tudo e a guardar memórias como quem guarda vaidade de tempos vividos, de marcar a diferença!
Volta a saudade sempre que penso como fui feliz por cada rua da minha alma, em cada cântico de uma balada, de amargura. Embora me sinta triste, sinto-me ainda mais contente por saber que o vivi!
Não... jamais deixarei partir os meus amigos, que comigo criaram os maiores laços e as melhores certezas, que aconteça o que acontecer, venha a distância que vier, estamos sempre juntos, sempre.
Porque há sempre um tempo assim nas nossas vidas, que vem para nos fazer dar valor a tudo aquilo que temos, traz-nos as melhores pessoas para ficarem connosco e envolve-nos na magia que há em acreditar em um para sempre.
Sim, há saudade! Há nostalgia! Por sonhar e lembrar momentos tão passageiros, que marcaram tanto, que de tão rápidos me ofereceram o melhor de mim, por isso há saudade, mas também há esperança que todo esse viver se repita sempre em cada recanto da minha vida!

 

(fotografia do filme "A culpa é das estrelas")

18
Out16

Em busca do que sonhei ser um dia

Carolina Cruz

 

20.jpg 

Vejo a noite crescer lá fora, aprisiono-me de pensamentos vãos e deixo-me consumir pela incerteza. Olho o luar e receio-me a mim mesma.
Tanta coisa há que não volta, tudo termina. Porque é que tudo tem um fim? Porque é que não há apenas uma simples espera para saber o que se sente mais?
Tudo se evapora no escuro, vivemos com muitas sensações que não queremos, com algo que jamais sonhámos. Eu não sou eu.
Que vontade de partir, partir sem destino em busca das respostas certas. Em busca do que sonhei ser um dia.

11
Out16

Adoro-te.

Carolina Cruz

77.png

 

Adoro-te, da mesma forma que me perco entre as estrelas e me encontro ao luar, encantando-me com o teu olhar.
Adoro-te da mesma forma que o sol nasce e o vento dança sobre os meus cabelos. 
O que temos é uma sabedoria e uma metáfora para os dias bons e maus, para o que virá que nos abrace ou nos confronte.
O que temos é o que faz com que tudo seja mais fácil de suportar e nos fazer sorrir, todos os dias nas nossas vidas. Descobrindo-nos, por amar, perfeitos sob um beijo, de sonhar!

26
Set16

Será sempre assim

Carolina Cruz

p27.jpg

 

Estranhamente sinto-me a voltar ao passado, mas é só pura imaginação.
Sinto a minha cabeça pesar e os meus braços a cansarem-se.
Sinto o meu coração bater suavemente à volta de uma recordação.
Elevei-me até ao céu ao som de um refrão, num profundo silêncio.
A alma encobre-me o estado lunático da tua harmonia cintilante.
O silêncio, o silêncio da tua voz é apaixonante.
Fechei os olhos e desesperei
A ver o tempo a passar….
Numa neblina transparente…
E eu sou aquela que ousou sonhar.
Para onde vais? Estás diferente…
Estás aqui…
Sou mais forte que o mundo, mas penso em ti.
Hoje em que tudo era nada, o nada passou a tudo.
As palavras faltam-me, e as lágrimas escorrem-me em serenidade.
Não quis ouvir a verdade,
Nunca quis.
Olha-me e diz:
 Mas que culpa tenho eu? Se o inferno pousou em mim?
Soluço e vês que hoje ainda tenho o mundo a teus pés.
E sempre será assim. 

04
Set16

Vai sem medos

Carolina Cruz

3.jpg

 

É bom viver a vida amando os outros, conquistando-os, criando laços… é de facto. Mas espera, deixa-me dar-te um conselho:
Não te apegues demasiado, não dês tudo de ti, não cries expectativas elevadas. Só tu te mereces nesse amor pleno. Dá tudo a ti mesmo, tudo o que sonhas e depois então os outros.
A vida ensinou-me a confiar nas pessoas sempre de pé atrás. As pessoas erram, tu erras, mas tu te dás demais então tu é que sofres.
Podes viver mais, sentir mais, sorrir mais, dar mais valor. No entanto, nem sempre compensa essa felicidade se não for genuína ou se apenas esse sentir.
Vai sem medos, ama, mas sem seres idiota, sem bateres com a cabeça e ainda assim voltares a insistir no erro da dor que perdura. Porque na verdade, quem ama procura.

31
Jul16

Nunca estás sozinho.

Carolina Cruz

11.jpg

 

 

Quando acreditamos que algo possa ser verdade, sempre acreditamos e vamos à luta pela vitória.
A melhor forma é nunca baixar os braços, nunca desistir e seguir em frente… porque afinal, no final de tudo o importante é nunca desistir.
Acordar para a vida, é sonhar real, tornando as nossas concretizações num sonho e os sonhos realidade.
Só assim podemos ser quem somos e acreditar em nós próprios, naquilo que construímos todos os dias.
Mesmo que o amanhã tropece e nós caiamos, há sempre um braço que nos puxa, uma mão que nos agarra e…no fim da tua etapa tens sempre histórias para contar.
Vá a onde fores, tu, nunca estás sozinho.

03
Jul16

[O teu olhar] Sob a paisagem

Carolina Cruz

Sob a paisagem deleito-me com um sorriso verdadeiro, sonhador. Tu despertas tudo o que de bom em mim vive, libertando-me de tudo o que é mau.
Quero ficar para sempre aqui, junto desse sorriso doce e leve, onde tudo é mais verde, pintado com esperança.
Sou a tua mulher menina de olhos brilhantes, aquela que te promete tudo e que o cumpre, promessas de uma vida que me fará ter-te para sempre, não somente no agora.
Moras na paisagem feliz da minha vida, revejo todas as datas e todos os momentos passados e também tu vives neles, tornaste-me no que sou, realidade fiel e feliz, e então eu convido-te a fazer, todos os dias, parte do meu futuro. E juntos poderemos ir, sem voltar, ao mais belo recanto da nossa ilha, que nos vive e nos encanta de amor.

sob a paisagem.jpg

 

[Fotografia da autoria da Isabel Quental, a "Rapariga dos Açores", um blog bastante simpático e com paisagens lindíssimas, visitem]

29
Jun16

Pudesse eu tocar o céu.

Carolina Cruz

9.jpg

 

 

O sol me encanta, faz brotar todos os meus sonhos, tornando-os em realidade, florescendo em mim o maior sorriso do mundo.
Pudesse eu tocar o céu quando o sol se põe, fazendo descer a estrela que brilha lá do alto para me acompanhar! 
Como a admiro, como sei que faz o que é para ser feito, dando lugar às formas apetecíveis de se viver.
Como ela, vou mostrar que há vida sem solidão mesmo depois da noite escura, vou brilhar todos os dias e mostrar a todos aqueles que duvidaram, que sou como essa estrela brilhante que sabe desvendar cada mistério de palavras e gestos e com o seu grande coração agradecer tudo aquilo que se tem e tudo aquilo que se dá no melhor de si, para o mundo.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D