Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

01
Mai17

[Ficção] Deixa-me ser feliz

Carolina Cruz

15541870_1256536937768637_5559151199027508845_n.jp

 

Adoro-te. No entanto, por vezes não te consigo ler. As tuas entrelinhas são códigos secretos, dentro delas eu estou cega, porém eu nunca compreendi Braille.
Como posso amar-te senão me deixas? Num minuto sinto que o teu sorriso é sincero, no outro que ele se cansa de mim.
Não quero ser eu a mártire que confessa todos os amores que sinto proibidos, que te ama sem querer nada em troca, que insiste e persiste em te querer do meu lado sem esse amor comum que devia existir entre nós.
Só não resulta porque não queres, só não me tens no meu todo porque nunca me soubeste ter.
Sou apenas um corpo e tu uma mente fria, eu um coração aberto e tu uma alma fechada. Será que eu posso ser o sentimento impulsivo e tu a razão? O contrário? Ou nada disto existe e é pura ficção da minha mente perdida de paixão?
Se é desastre ou ciúme, diz-me, implora-me, cumpre tudo o que prometeste outrora, se não, então vai, sai do meu pensamento, deixa-me, deixa-me ser feliz.
 

 

 
 
 
 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D