Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

29
Nov18

[Ficção] Abraçar-te

Carolina Cruz

45566980_555665831550257_6958680419269083136_n.jpg

 

Se a vida nos fizer encontrar de novo, tenho a certeza que te vou abraçar como se o tempo não tivesse passado por nós.
Crescemos tanto, mudámos tanto… a vida separou-nos, mas mesmo que chateada, mais com a vida do que contigo, o meu carinho por ti não mudou, não mudou em nada, a mesma amizade, o mesmo amor.
Nem sempre é possível que quando as relações terminem que se fique com alguma ligação, porvezes é necessária a distância e o tempo para colocar tudo no lugar.
Fica na minha mente todas as boas recordações, os momentos que vivemos… Sei que não foi amor eterno, mas foi tão eterno em cada minuto que vivemos. E é por isso que gosto de ti, porque quando nos envolvemos estávamos cientes que podia não ser para sempre, que a atração era mais forte que qualquer amor, que nos dávamos bem, mas que podia ser apenas uma fase na nossa vida. Isso não significa que não sinta a tua falta, sempre foste um bom amigo, um companheiro perfeito.
Nunca ninguém irá ouvir mal de ti da minha boca e nunca ninguém irá perceber porquê, porque é que eu guardarei da nossa história o melhor e não o pior, mas o que fica só preciso eu de saber e sentir. 
Vou abraçar sempre as nossas memórias, com vontade de um dia te voltar a abraçar de novo.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D