Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

22
Mai19

A ti que me ouves...

Carolina Cruz

59948936_659931474457025_1254801096690368512_n.jpg

 

A ti que me ouves, que estás sempre aqui para me compreenderes, sem me julgar, mesmo pensando que não farias igual... E mesmo pensando isso estás lá, de abraço apertado e de sorriso no rosto, de ombro encostado ao meu, mesmo que a distância se imponha entre nós , mesmo que o tempo nos mude.
A ti, que acreditas em mim, que estás lá para me apanhar quando caio, para me segurar e dizer que estou errada.
A ti, a quem o meu sucesso e a minha felicidade são também a tua alegria, sem meias medidas, nem invejas.
Sabes que sinto o mesmo, que te desejo o mundo e o que desejo para mim mesma, de coração.
Obrigada por existires, por dares sentido à minha vida, por me fazeres mais feliz.

20
Mai19

Porque choras?

Carolina Cruz

60185538_660304507753055_5649083979492491264_n.jpg

 

Porque choras? - perguntas-me
E eu não consigo responder-te, porque as lágrimas correm em catadupa.
Estou cansada, dizem os meus pensamentos, há dias que não gosto de mim, do que sou e do que faço, parece que faço tudo errado e não dou uma para a caixa. Mas depois olho para ti e o meu coração ensina-me que o lugar que guardo para ti é melhor que toda a tristeza que possa existir em mim. Contigo sinto-me bem e talvez eu esteja a ser ingrata com a vida, o facto de te ter comigo é a melhor razão para te sorrir.
Porém, hoje eu não consigo. Só quero o teu conforto, o teu amor mais quente. Não me perguntes porquê, mas abraça-me, olha-me com esses olhos de quem vê em mim o que eu não acredito e não vejo na minha pessoa. Sorri-me que o meu dia será melhor e mesmo que eu tropece e te magoe, faz desse sorriso teu a minha vida inteira.

05
Mai19

Feliz dia da mãe!

Carolina Cruz

59680063_655845861532253_298009982324965376_n.jpg

 

Há um brilho no seu olhar, conforto no seu abraço e um abraço sempre terno nas suas palavras.
Não sei se a minha mãe é a melhor do mundo, não conheço todas as outras nem os seus caminhos, mas sei que não podia estar mais grata à vida por me ter trazido e colocado no seio deste ser tão puro, tão humano e tão humilde.
No seu verde de esperança e na vida plantada na sua alma, eu encontro sempre uma realidade para existir: a sua força, que me ficou tão inquieta e tão intrínseca na minha forma de ser.
E foi nessa forma de também ela ser, que todos os meus sonhos brotaram e os dela continuam a brotar, pois ela é uma doce razão para acreditar sempre que melhores dias virão.
Obrigada mamã!
 

01
Mar19

[Ficção] Não dá para adiar este amor

Carolina Cruz

52643771_612644062519100_4004912026898923520_n.jpg

 

Não dá para adiar este amor.
Não há como guardá-lo para amanhã.
É urgente o que sinto por ti, é urgente amar-te como se isso cumprisse a minha vida.
Não posso deixar para depois porque, embora te escondas, sentes o mesmo que eu.
Porque teimas em destruir-te se é paixão ardente aquilo que me queres dar?
Sê impulsivo, para de pensar, o nosso amor é tão certo na minha pulsação que nada pode ser errado!
Do que estás à espera para te lançares nos meus braços? 
Ama-me, beija-me a pele, os lábios, enamora-me por completo!
Corrompe-me, abraça-me e deseja-me ainda mais.
Prende-me em ti, faz do que sou um ser inquieto e assume essa paixão dentro de mim, despe-me a alma, que o meu corpo já é teu. 
Vens?
 
 
 
 
28
Fev19

[Ficção] Não resultamos, mas...

Carolina Cruz
Só penso em ti, nos teus olhos verdes e na tua sede de me teres contigo. Mas nós não resultamos, Simão. Não passamos de bons amigos e, sinceramente, prefiro assim, não estragar o que tínhamos, sem esquecer esta dose de loucura boa enquanto nos amámos.
Prepara-te, meu amor (posso continuar a chamar-te assim, não posso? Vá até encontrares uma miúda que te irá chamar também!)… Prepara-te para o que as pessoas vão pensar, para o que elas vão pensar sobre nós, sobre o que nos faltou e na coragem que tivemos para manter tudo aquilo que nos une além do amor.
O universo humano não entende que há muito amor para além de todas as relações que possam existir, não compreende elos que se ligam para todo o sempre, mesmo que não resultem de uma outra forma. As pessoas não acreditam na amizade depois do amor, acham que as pessoas devem afastar-se e a raiva deve apoderar-se delas por não resultar. Devem acreditar que apenas os maus momentos ficam e os bons não podem prosperar e permanecer. 
Não te importes e faz orelhas moucas, o importante é somente o que sentimos e como nos sentimos bem com aquilo que temos. Nada é mais precioso que esse laço vermelho eterno que unirá para sempre as nossas vidas, aconteça o que acontecer.
Abraça-me, dá-me a mão, não importa o que dizem, ama-me mais um pouco e eu amar-te-ei toda a vida!
 

51991466_613228855793954_1398162947502505984_n.jpg

 


Fotografia: Riverdale
 
 
 
 
27
Fev19

Neste lugar

Carolina Cruz

52532777_615209645595875_5240137328374054912_n.jpg

 
Neste lugar, encostado a ouvir o teu coração, não existe mundo lá fora e o tempo pára para te ver sorrir.
Já te disse que és perfeita? Que fazes a minha vida valer a pena?
Adoro quando somos apenas tu e eu e, mesmo que haja alguém na multidão, as nossas mãos entrelaçam-se como se fôssemos vencer todas as batalhas juntos.
És especial e o teu amor é tudo aquilo que sonhei e eu, na verdade, nunca imaginei merecer um sentimento assim, tão puro, tão certo, tão doce.
Quando falavam em amor eterno, pensava que era coisa de filme e de poetas. E tenho a dizer-te, mulher minha, somos uns verdadeiros protagonistas da nossa tela de cinema e pintamos o mundo com a nossa poesia!
Agora sim, olhando nos teus olhos, eu confio nesse amor para sempre e acredito também que todo o tempo será pouco para nós!
 
 
 
 
26
Fev19

[Ficção] Desculpa, meu amor

Carolina Cruz

51710874_616807665436073_6011243717904564224_n.jpg

 

Desculpa, meu amor.
Todas as noites mal dormidas que te dei…
Todos os pedaços imaturos da minha essência e também da minha ausência.
Não soube o que era amar até perder. O ser humano é mesmo assim, não é?
Antes de partir nunca dá valor.
E eu fui embora e deixei-te aí, ao abrigo de lágrimas, sem entender que não foi certo o que fiz, que merecias mais e melhor.
Ainda guardo uma fotografia nossa e quando olho para o teu sorriso não me consigo perdoar. Quem é que eu queria enganar? Não sei viver sem ti, mas agora vivo com esse castigo por te ter feito sofrer. É (tão) bem feito, pelo menos aprendi.
Depois de um ano espero que recordes o que de melhor ficou e que encontres noutro coração o sossego que mereces. Que sejas feliz e amada, como eu nunca te soube amar! Mas nunca duvides que o que sinto, não vou esquecer nunca mais, deixaste marca em mim para sempre.
 
 
 
 
25
Fev19

Estarei a sonhar?

Carolina Cruz

53072475_617593245357515_4910572612167401472_n.jpg

 

Pendurada no teu pescoço, digo ao teu ouvido "estarei a sonhar?", tu pegas-me ao colo e ris à gargalhada e dizes a viva voz "não, tu é que és o meu sonho" e neste infinito de instantes, agradeço a Deus ou a quem quer que seja que te tenha colocado aqui: à minha frente, na minha vida, para me amar e me fazer feliz!
Por mais tempo que viva nunca vou conseguir encontrar palavras para momentos que nãoprecisam de descrição e que, ainda assim, descrevemos com a palma das mãos encravadas uma na outra, num abraço preso, num beijo doce. Nem o tempo sabe a sorte que tem em poder olhar-te a todo o momento, eu sorrio-te. Queria permanecer aqui, contigo, para sempre!
Podes conceder-me a eternidade que eu amar-te-ei para sempre.
És luz, casa, segredo.
Nunca ninguém vai perceber porque é que me apaixonei por ti, mas não importa. Só eu te olho com o coração.

19
Fev19

Na doçura do teu olhar

Carolina Cruz

large.jpg

 

Na doçura do teu olhar encontrei uma casa onde morar. 
Da tua pele fiz a minha respiração.
Do teu coração, a minha alma feliz. 
És o quarto que me chama, a cama que me inquieta e me faz viver, que me dá tanto prazer. 
O meu sonho mais profundo, o meu sono mais acolhedor, a minha certeza.
Nos teus braços fiz o meu barco para navegar profundamente nesta maré que me abala, mas com as tuas velas faço a minha sabedoria e a vida é mais fácil de seguir. 
Adormeço e acordo no mais oculto de ti e conheço cada traço teu de olhos fechados, faço do teu abraço o meu lar, sei todos os cantos à casa e apetece-me saber mais a cada dia que não se esgota, a cada minuto que é eterno quando estás perto.
És o meu sossego, o meu espírito livre e a minha paz, não quero que nada do que é tão nosso se desmorone, ficarei sem abrigo, sem o teu abrigo que me faz tão forte.
Vem e traz o teu sorriso e o teu beijo mais sincero.
Vem e ama-me, que nada mais importa, faremos do nosso amor, o nosso lugar mais feliz.

 

16
Fev19

[O teu olhar] És mar

Carolina Cruz

Keina Diniz (2).jpg

 

És mar. Magia, inferno e poesia.
Controlas o tempo, regas o vento e mesmo sabendo que te odeio, fazes dos teus olhos o meu amor.
Perdem-se os minutos enquanto me envolves no teu leito.
Embates no meu peito e cada onda é um prazer na areia.
Deita-me e deixa-me ficar em ti, nua, tal e qual a natureza me trouxe ao mundo. Transforma-me no melhor de mim e oferece-me aquilo que em ti há de estupendo.
Ama-me, sê enigma, maré cheia, profunda, agarra-me, prende-me. Faz de mim um Verão eterno, uma juventude infinita e um amor com destino.
E assim, com fé me farei ao mar, à procura de um beijo teu que me regue a alma toda a vida.

 

 

Fotografia da autoria de Keina Diniz

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D