Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

26
Fev19

[Ficção] Desculpa, meu amor

Carolina Cruz

51710874_616807665436073_6011243717904564224_n.jpg

 

Desculpa, meu amor.
Todas as noites mal dormidas que te dei…
Todos os pedaços imaturos da minha essência e também da minha ausência.
Não soube o que era amar até perder. O ser humano é mesmo assim, não é?
Antes de partir nunca dá valor.
E eu fui embora e deixei-te aí, ao abrigo de lágrimas, sem entender que não foi certo o que fiz, que merecias mais e melhor.
Ainda guardo uma fotografia nossa e quando olho para o teu sorriso não me consigo perdoar. Quem é que eu queria enganar? Não sei viver sem ti, mas agora vivo com esse castigo por te ter feito sofrer. É (tão) bem feito, pelo menos aprendi.
Depois de um ano espero que recordes o que de melhor ficou e que encontres noutro coração o sossego que mereces. Que sejas feliz e amada, como eu nunca te soube amar! Mas nunca duvides que o que sinto, não vou esquecer nunca mais, deixaste marca em mim para sempre.
 
 
 
 
26
Fev18

[Resenha Literária] A todos os rapazes que amei

Carolina Cruz

350x.jpg

 

“A todos os rapazes que amei” é um livro “young-adult” escrito por Jenny Han.
Confesso que adoro este género de livros e este é fantástico.
Conta-nos a história de Lara Jean, uma jovem sonhadora, que guarda numa caixa, oferecida pela mãe, várias cartas escritas aos rapazes que amou. 
Lara Jean escrevera-as para se permitir encerrar um capítulo e finalizar (ou tentar finalizar) esse amor que sentia, em jeito de despedida. Porém, vê a sua vida do avesso quando as cartas, que tinham destinatário, mas sem intenção de chegarem ao destino, são realmente entregues aos rapazes que amou. E é então aí que a aventura começa e o que julgava ser uma verdadeira confusão dá lugar a histórias que nunca vai querer esquecer!
Um livro com um toque muito pessoal, escrito na primeira pessoa, com passagens divertidas e doces, em contexto familiar, com um romance de rir e chorar por mais, onde a leveza e a simplicidade predominam.
Esta história dá-nos também a prova de que o amor surge quando menos esperamos.
Este livro tem (felizmente) uma continuação e em breve virei a falar sobre ela.
Até lá, aconselho vivamente a leitura, vão adorar conhecer esta história e as suas personagens maravilhosas!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D