Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

10
Jul18

[Resenha Literária - Chiado Editora] O homem que me fizeste ser

Carolina Cruz

250x.jpg

 

 

 

Já há alguns anos que sigo o trabalho fantástico do André Sousa no seu blog “Pedacinhos de mim para ti”.
O André tem uma escrita suave, mas muito intensa e neste livro não é exceção.
“O homem que me fizeste ser” é um diário de um homem que ama, de um homem que escreve diariamente o seu amor, a sua paixão eterna.
Um homem sem medo de dizer o que sente, sem medo de amar plenamente, de sentir, de chorar. 
Retrata a sua dor, a saudade, o amor, o desejo carnal, o prazer, a juventude e um envelhecer nos braços de quem se ama. 
Um livro encantador que nos faz pensar que nunca devemos deixar de dizer o que sentimos e que a vida e o amor são a nossa existência, essenciais à nossa vida.
Aconselho vivamente a leitura deste livro!

29
Abr18

[Resenha Literária] Caos

Carolina Cruz

capa_caos_ebook.jpg

 

 

 

"Caos", um livro de Cláudia Santos Duarte, publicado pela Chiado Editora, é um livro pequenino, muito simples de ler e que nos traz variadas emoções.
É uma história diferente, original e fala-nos de alguém que aparece de forma inesperada "num mundo outrora belo e cheio de vida". Este ser, ao receber ameaças de uns e ajuda de outros, vai conseguindo descobrir mais sobre a sua estranha chegada àquele lugar.
E que lugar estranho é esse?
Posso dizer que ler este livro trouxe um "caos" à minha cabeça. O que não é mau! A verdade é que não sendo fã destas histórias do mundo fantástico, fiquei rendida!
Quero com isto dizer que me rendi à leitura. A cada página a história vai sendo desvendada envolta de mistérios e ação, a vontade de ler mais e mais é constante e no final (sem spoilers) ficas com um cheirinho a pouco, porque queres mais!
Gostei!

02
Abr18

[Resenha Literária - Chiado Editora] Sinto-Te, de Ana Silvestre

Carolina Cruz

350x.jpg

 

"Sinto-Te", é um livro de Ana Silvestre, uma autora por quem eu tenho um grande carinho e admiração, pois já há algum tempo que tenho vindo a seguir a escrita da Ana e a adoração que tenho pela simplicidade e beleza das suas palavras aguçou-me a vontade de ler este livro, publicado pela Chiado Editora. E, a verdade, é que não me desiludiu nem um bocadinho. 
Os pensamentos da Ana, a sua forma de levar a vida, de descrevê-la e escrêve-la vão muito ao encontro do que sinto. E rendi-me a este livro também por isso. 
"Sinto-Te" fala-nos de Joana, uma rapariga que tem premonições e acredita em sonhos e em sinais. Sonha com o homem da sua vida, mas Joana é um pouco complexada e cheia de segredos, por isso quem a amar e desejar tê-la para a vida toda terá de a desvendar.
Este livro aborda o perdão, o amor - um sentimento que todos presenciamos, mesmo quando levamos a vida a evitá-lo, as simplicidades do dia-a-dia e como elas são tão importantes nos detalhes da vida. Essa vida que não é fácil, que nos dá muitos motivos para chorar ou desistir, mas que ainda assim é bonita e especial quando tocamos nas memórias mais felizes, quando o amor acontece, entre irmãos, entre pares, amigos, familiares. Porque a vida é feita de momentos, sejam ele maravilhosos ou menos bonitos. É preciso deixar o amor acontecer e a vida irá sorrir-nos.
É isso que Ana Silvestre nos mostra neste livro tão doce, tão genuíno, e de fácil leitura! 
Leiam, porque vale mesmo a pena!

30
Dez17

[Resenha Literária - Chiado Editora] (A)MAR - Pedro Rodrigues

Carolina Cruz

plano_capa_amar-ebook.jpg

 

(A)MAR é uma coletânea de textos da autoria de Pedro Rodrigues, autor do famoso blog "Os filhos do mondego". 
Creio que o livro não poderia ter outro título, adequa-se inteiramente a todas as páginas dste livro, "amar" é a palavra certa para quem escreve assim - com a alma e com o coração.
A escrita do Pedro, é tão simplesmente genuína que nos faz viajar pelas suas palavras, deixa-nos a pensar, a refletir, a sorrir e até a chorar... histórias, crónicas e sentimentos da "cor dos seus dias", mas com as quais nos identificamos tanto.
O livro é separado por vários temas, onde o Pedro apresenta vários textos dentro desse contexto, dedica crónicas à família, ao amor, ao desamor, fala-nos sobre as mulheres, o dia-a-dia e a sociedade. 
Revela-nos um pouco de si e também da sua ficção.
Escreve com a alma, e o facto de o fazer, leva-nos a adorar a sua escrita e a adorar as suas palavras.
Já seguia o Pedro através das várias redes sociais e do blog, e ler o seu livro sempre foi uma motivação minha e assim sendo cá estou eu a criticar de forma positiva o meu último livro lido no ano de 2017.

Quanto a vocês se gostam da escrita do Pedro e dos seus textos, não esperem até ao final do próximo ano para o lerem, tratem disso, vão adorar!

 

22220703_1426721644111650_3413191522080784384_n.jp

 

26
Nov17

[Resenha Literária] Fomos instantes e Mais do que instantes

Carolina Cruz

"Fomos instantes" é o primeiro livro de Débora Macedo Afonso. É um romance bonito, de fácil leitura e que nos deixa constantemente em plena ansiedade de querer saber mais. 
Fala-nos sobre Vitória, uma jovem estudante que se apaixona por Guilherme, com quem vive o seu primeiro amor. 
Porém Guilherme é inconstante e muitas vezes parece não saber o que quer, mas o amor que sentem um pelo outro, vai sempre levá-los ao encontro das sensações mais intensas e também mais bonitas.
Mas vencerá este amor? Apesar de todas as diferenças, distâncias e adversidades?
A curiosidade adoça-se a cada momento de leitura, foi isso que me agarrou a este livro: o suspense e a leveza.
"Fomos instantes" não termina por aqui e Débora oferece-nos um pouco mais de si e das suas personagens marcantes no seu segundo livro "Mais do que instantes".

debora macedo afonso.jpg


Em "Mais do que instantes" as personagens demonstram mudanças importantes no decorrer da sua história de amor. Irão eles perceber que muito os une ou muito os separa? 
Este livro começa de uma forma festiva: um casamento. De forma bonita, feliz. Porém não desvenda com quem Vitória acabou por casar. Será o seu tão amado Guilherme ou as suas vidas acabarão por se separar? 
Vitória vive neste livro o seu maior sonho: a representação e o teatro.
Reagirá bem Guilherme às suas escolhas de vida? Demonstrará mais apoio e menos atitudes inconstantes?
Neste livro o suspense e a simplicidade continuam a pautar o discurso e a escrita da autora. 

Dois livros que são bons instantes de leitura! 
 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D