Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

13
Set18

[Cinema] Sierra Burgess is a Loser

Carolina Cruz

MV5BMTU5Mjc4NTM2Ml5BMl5BanBnXkFtZTgwMjMzMzA5NTM@._

 

Netflix, obrigada por existires! 
Mais um filme cliché talvez, mas que adorei imenso, porque tem uma mensagem poderosa!

"Sierra Burgess Is a Loser" é um filme original da Netflix, que nos fala sobre estereótipos, amor e beleza interior.
Um rapaz bonito e interessante quer conhecer a rapariga mais popular da escola e pede-lhe pessoalmente o seu número  só que esta engana-o, dando-lhe outro número que não o dela. De quem será esse número? O que irá acontecer?
Jamey engana-se diariamente e apaixona-se por alguém que julga que conhece, a pessoa com quem troca mensagens é bonita, inteligente, com quem conversa horas a fio sem se cansar, ela é apaixonante... Mas quem será? E quando ele souber a verdade?
Um filme divertido e comovente, que nos fala ao coração sobre a amizade e a forma de ser de cada um, demonstrando-nos que somos importantes à nossa maneira.

Curiosos? É só procurarem na Netflix, que vão adorar!

 

 

07
Jan18

[Cinema] A Bela e o Monstro

Carolina Cruz

beauty-and-the-beast-movie-poster-01-600x350.jpeg

 

Há imenso tempo que andava para ver este filme, as expectativas eram imensas e o filme estava exatamente como acreditava que estivesse: Brilhante!
"A bela e o monstro" está incrívelmente belo. É fiel à história original, é maravilhosamente bem caracterizado e as imagens são fantásticas.
Pessoalmente, não sou fã de musicais, mas as partes musicais são tão bonitas e divertidas que tornam o filme mais especial. 
Este filme é um verdadeiro brilho no olhar para os mais românticos como eu. 
Nem tudo é o que parece e por vezes aquilo que nos é mais estranho torna-se o mais bonito e mais especial. O amor não é uma questão de beleza exterior ou estatuto, mas algo que vem de dentro, bem dentro do coração. 
Uma história que de forma tão bonita e cheia de fantasia nos fala de amor. 

 

 

04
Jan18

[Cinema] Antes que eu vá

Carolina Cruz

523468.jpg

 

O hoje é o teu dia mais importante, é no presente que podes mudar a tua vida para sempre ou se isso não for possível, mudar ou melhorar o contacto com os outros, deixar uma mensagem em alguém ou a tua própria mensagem, a opinião que os outros ficam de ti e o mais importante - a tua consciência tranquila e feliz.
"Antes que eu vá" fala-nos de Samantha, uma jovem que tem uma vida "perfeita", mas da pior maneira percebe que a sua vida não é totalmente aquilo que sonhava, embora seja das raparigas mais populares da sua escola. Será que isso é assim tão importante?
O seu dia 12 de fervereiro não será um dia como os outros e pelas priores razões (a sua morte), porém ela tem a oportunidade de mudar tudo para sempre. Conseguirá?
Um filme que não só nos deixa a pensar, como nos prende e nos arrelia, como nos faz soltar gargalhadas ou até chorar.
Vejam, porque embora pesado quanto à sua história, este filme tem um toque de leveza e juventude.
Vão gostar!

 

28
Dez17

Wonder - o livro e o filme!

Carolina Cruz

Wonder! Ai o Wonder, ainda não arranjei palavras para descrever coisa mais maravilhosa, tanto a nível da literatura como cinematográfico, estão ambos espetaculares! Wonderful, mesmo!

 

O livro

 

9781524719777.jpg

 

Maravilhoso. Grande, mas não massudo, intenso sim, emocionante. 
Vivemos na pele dos personagens pela caracterização maravilhosa que a autora faz e pela primeira pessoa que oferece a cada uma das personagens a sua perspectiva de vida e sentir.
A história delicada e dolorosa de Auggie, um menino normal que nasceu com uma deformação na cara, que enfrenta pela primeira vez uma escola verdadira, torna-se deliciosa, embora Auggie e o leitor tenham de enfrentar terríveis desafios e pessoas maldosas.
Auggie é um miúdo normal, inteligente, super bem-disposto e divertido, mas conseguirá ele convencer os colegas de que o seu rosto não importa? Que se olharem bem no seu interior e o conhecerem inteiramente entenderão que é igual a todas as outras crianças e que é tão bonito e divertido que afinal o seu rosto nem é assim tão difícil de encarar?
Li o livro em duas semanas e tornou-se um dos meus livros de eleição.

 

 

 

 

O filme

WONDER-.jpg

 

O filme foi, na minha opinião, dos livros que li, das melhores adaptações para cinema.
As personagens são tão emocionantes quanto no livro e a divisão de capítulos por personagens e perspetivas mantém-se, felizmente e incrivelmente bem feito. 
É tocante, não só pela história, mas pelo brilhante papel interpretado pelo tão querido Jacob Tremblay (Jack do filme "Room" de 2015). 
Todo o elenco está espetacular e o desenrolar do filme é tão emocionante quanto o livro (até para quem leu!)

 

 

 

Tanto o livro como o filme, nos apresenta uma mensagem muito importante de que não importa a nossa condição ou aspeto, nós somos aquilo que fazemos, quem somos para com os outros, as nossas ações, as nossas escolhas, as partilhas, os gestos mais gentis, os sorrisos e a amizade. É preciso conhecermos interiormente as pessoas para perceber as razões que têm para agir de determinada forma ou para aprendermos igualmente a não julgarmos os outros pela aparência, porque cada um de nós é um ser especial, um ser que precisa de atenção e de amor. E como diz o nosso valente e "wonder" August Pullman "toda a gente no mundo devia ter direito a uma ovação de pé pelo menos uma vez na vida porque todos nós triunfamos no mundo".

Uma história baseada numa história real e que é também a vida real de muitas crianças, jovens e adultos vítimas de bullying e/ou discriminação.
Uma história que nos toca, nos emociona e nos ensina... e tanto!

Vejam e leiam porque ambos valem a pena :)

15
Nov17

[Cinema] Shelter

Carolina Cruz

Sığınacaq_(film,_2007).jpg

 

 

“Shelter” um filme de drama que nos fala sobre a essência do amor.
O amor, esse sentimento que não sabemos definir e que, na verdade, não podemos nem devemos controlar.
Quando há amor, não pode haver vergonha. É preciso amar sem medos, ainda que isso seja contra o que a sociedade dita como correto. 
Não há nada de errado quando se ama alguém com todo o nosso coração, não precisamos de recear assumir que amamos, mesmo quando nem nós mesmos acreditamos ser verdade. ´
A homossexualidade não é uma doença, nem um conceito errado, é amor, ponto final.
“Shelter” fala-nos sobre isto, sobre o amor que Zach sente pelo irmão mais velho do seu melhor amigo e a luta entre o que lhe dizem estar certo e o que sente.
O que será mais importante afinal? O que pensa a família ou o seu amor por Shaun?
Um filme intenso, bonito, com muita qualidade.

 

 

 

 

 

30
Jul17

[Cinema] Amigos, amigos, telemóveis à parte

Carolina Cruz

phpThumb.jpg

 

O que é que escondemos dos nossos amigos? 
E se, por divertimento, ou jogo, colocássemos os nossos telemóveis em cima da mesa de um jantar de amigos?
Qualquer amigo teu, veria, leria todas as mensagens que recebesses, ouviria em alta voz todas as tuas chamadas.
Como ficaria tudo isso? Como te sentirias? Se algumas coisas que escondes fossem reveladas?
“Amigos, amigos, telemóveis à parte” é um filme italiano que aborda exatamente do que falo, de uma forma bastante divertida.
A história deste filme baseia-se num grupo de amigos que num jantar decidem fazer esse jogo.
Entre risos e gargalhadas, muitas histórias e segredos por revelar serão descobertos.
Será que a união destes amigos será a mesma depois disto? Que riscos acarretará este simples jogo? O que irá prejudicar estes amigos?
Vem saber, vê este filme e ri à gargalhada, porque é realmente muito bom, com muita qualidade.

 

 

 

 

06
Jul17

[Cinema] Beleza Colateral

Carolina Cruz

17076098_145509949302485_9149530270452416512_n.jpg

 

 
 
 
Há três coisas que os seres humanos têm em comum: o amor, o tempo e a morte.
O que dirias se pudesses escrever-lhes? Sim, ao amor, ao tempo e à morte…
Como te sentirias se deles obtivesses uma resposta?
Howard entra numa depressão após acontecer algo trágico na sua vida e ao escrever a estas três realidades com uma tamanha desilusão, desistindo de todas elas e implorando à morte que lhe leve a sua vida, é confrontado por elas, sendo que estas lhe chamam à razão.
Porque embora estas três coisas que nos ligam sejam difíceis de definir, assim como é difícil viver e vencer na vida depois de nos irmos abaixo, merecemos uma segunda oportunidade, merecemos dar uma nova oportunidade àquilo que somos, mas será que Howard está disposto a isso?
“Beleza colateral” é um filme com um elenco excecional, incluindo Will Smith, Kate Winslet e Edward Norton. É um filme que demonstra que todos carregamos uma história, com desilusões e erros, mas também com alegrias e com uma tamanha beleza. Não nos podemos desligar dessa beleza colateral que existe em cada uma das nossas vidas.
Um filme bonito e realista. Um filme que todos deveriamos assistir.
 

27
Jun17

[Cinema] Brothers

Carolina Cruz

19874191.jpg

 

Os homens que partem para a guerra, são heróis. Não porque fazem o bem, porque o bem é, neste caso, muito relativo. Mas são heróis porque se sujeitam a morrer pela pátria, pelo seu país, são heróis pela força interior que consomem, que possuem.
No entanto, muitos deles sofrem grandes perdas, tal como as suas famílias. Perdas não significa apenas morte, morremos por dentro quando algo deixa de viver em nós. Neles morre a felicidade, surge a culpa. Vem o medo, a depressão e a desconfiança.
Sam é enviado para o Afeganistão, deixando a sua mulher Grace e as suas duas filhas. Quando é destacado para a guerra, o seu irmão Tommy deixa a prisão. Tommy é odiado pela sua família.
No entanto, tudo muda quando Sam é dado como morto. Tommy, sentindo o peso da responsabilidade, altera a sua forma de viver, prometendo cuidar da mulher e das filhas do seu adorado irmão. É aqui que as questões mais mediáticas deste filme surgem.
Estará Sam realmente morto? O que acontecerá na sua ausência?
O que perdoaríamos após a nossa morte? O que perdoaríamos à nossa mulher, filhas ou irmão? Como regressar? Como viver depois de tudo?
Vejam e tirem todas as dúvidas!

 

 

26
Mai17

[Cinema] Under the tuscan sun

Carolina Cruz

19873092.jpg

 

O amor verdadeiro surgirá.
Até lá, não deprimas, não te lamentes, diverte-te!
Há um mundo lá fora que te quer ver sorrir, milhares de paisagens para disfrutar e pessoas novas para conhecer.
Frances julgava ter um casamento feliz, mas foi traída.
Desacreditou do amor até ao dia em que ao viajar para a Toscana, a terra do maravilhoso pôr-do-sol, percebeu que o amor é um sentimento muito além de uma relação amorosa.
Percebeu também que o amor próprio é o mais importante e que é meio caminho para o sucesso.
Desta forma, Frances compra um velho casarão de uma duquesa antiga. A casa necessita de obras. Ainda assim, Frances recomeçou ali a sua vida.
E é aí que tudo começa a ter graça. Depois de se libertar das tristezas e do medo, a sua vida começa a ter cor.

Um filme com paisagens lindíssimas e com uma mensagem muito importante!
Quem já viu? Tratem disso!
 
 

 

08
Mai17

[Cinema] When in Rome

Carolina Cruz

when_in_rome_ver3.png

 

“When in Rome” é uma comédia romântica, um filme ótimo para gargalhar e sonhar num domingo chuvoso ou em família.
Será que o amor não passa de um feitiço ou afinal pode ser real e viver para sempre?
Beth não acredita no amor, apenas no seu trabalho, onde centra todas as suas atenções, pois todas as relações amorosas do seu passado foram um verdadeiro falhanço.
Tudo muda quando a sua irmã decide casar em Roma. Beth que desiludida mais uma vez com a sua pouca sorte, rouba moedas da fonte dos amores, o que faz com que um feitiço seja lançado aos homens que lançaram essas mesmas moedas à fonte. E que feitiço é esse? O amor?
O que Beth não imagina é que o homem por quem se irá apaixonar também atirou uma moeda a essa fonte. Será que o amor que Nick nutre por ela é real ou feitiço?
Só vendo o filme encontrarão todas as respostas e encontrarão também milhares de motivos para rir à gargalhada e para os mais sonhadores, quem sabe, uma razão para suspirar!
Juntem a família e vejam!

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D