Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

16
Mai17

[Cinema] Jackie

Carolina Cruz

Jackie-Movie-Poster.jpg

 

Finalmente pude ver “Jackie”. Finalmente pude vê-lo para comentar e então confirmar o tão poderoso papel de Natalie Portman como Jacqueline Kennedy, a inesperada viúva de John Kennedy.
É um filme poderoso, forte, muito forte, que nos conta uma história verdadeira, a história de um poder perdido, da morte do 35º presidente dos Estados Unidos da América.
John Kennedy, foi assassinado no Texas, a 22 de novembro de 1963, nos braços da sua amada mulher.
Como fica a sua esposa depois de presenciar tudo? Sem poder fazer nada para o salvar? O que faz com todo o poder que tinham? Como manter vivo o seu marido para ela e para o mundo?
Como será voltar ao anonimato, depois de ser tão acarinhada? Como será viver depois de tudo o que se tornou numa história terrível?
A história da viúva do tão querido Kennedy, dias após a sua trágica morte, a explicação aos filhos, as entrevistas, a sua família, o seu amor, a sua luta em manter a história e o legado do seu amado marido, tão bem interpretada por Portman.
Um filme que não desilude, que prende e que nos emociona.

 

06
Mai17

[Resenha Literária] A rapariga que roubava livros

Carolina Cruz

17991873_696441643896397_3700846502639507812_n.jpg

 

O ser humano, esse ser, pior que qualquer irracional. O Homem, o único, que mata por prazer. Guerras, mortes inocentes e um imperialismo que conta a história que Hitler escreveu. Triste, repugnante, horrorosa. Muitos mais adjetivos podiam descrever o holocausto, mas por mais anos que passem, é impossível.
"A rapariga que roubava livros" é um livro que narra a história de quem viveu nessa época.
Esta trama é narrada por alguém que teve grande destaque na 2° guerra mundial, sobretudo entre os judeus - a morte.
Ela conta a história de Liesel, uma menina a quem roubaram a esperança e que ainda assim nunca deixou de sonhar. Agarrou-se às palavras, aos livros e aos que mais amava e o mundo, ainda que cinzento, tornara-se cor-de-rosa.
A ânsia de roubar um livro era tão forte que cada dia se tornava numa aventura, ao lado do seu amigo Rudy.
Uma história de ficção envolvendo a história mundial, sobre a inocência, o amor, o afeto, a lealdade e a esperança num mundo onde a morte e a crueldade entram a cada instante.

27
Fev17

[Cinema] Good Bye Lenin!

Carolina Cruz

good-bye-lenin-522f18d17f80d.jpg

 

“Good bye Lenin!” é um filme alemão, sério mas com um humor genial.
Com um toque delicado de amor e proteção, este filme, como diz o próprio nome diz fala de um marco histórico do mundo, um adeus à Republica Democrática Alemã e ao muro de Berlim.
Mudanças que ocorrem todas a um ritmo acelerado e quando a mãe de Alexander entra em coma, acordando quando o sistema capitalista já decorre.
É aqui que “Good bye Lenin!” ganha esse humor tão genial envolvido no drama deste filho que vai fazer de tudo para que a mãe, defensora da RDA, acredite que enquanto esteve em coma, nada mudou. Mas como manter tudo isso? Decerto, o seu coração não aguentaria tanta mudança, por isso Alexander mantém esta Alemanha Democrática através da sua capacidade criativa levada ao extremo, através da filmes por ele realizados, de cassetes, de passar a mensagem aos amigos de que para a sua mãe tudo se mantém, na restruturação da sua casa de volta ao modelo de antigamente.
Mas até quando será que ele conseguirá esconder este novo mundo à sua mãe?
Um filme cheio de história que não é massudo, muito pelo contrário, é uma forma interessante e divertida de nos dar conhecimentos sobre este passo da história do mundo – a queda do muro de Berlim.
Dos meus filmes de eleição, vale a pena ver!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D