Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

23
Abr18

[O teu olhar] O meu jardim

Carolina Cruz

keina diniz 2.jpg

 

São flores que te dou…
E já que a Primavera teima em não vir, faço, por natureza, Verão no teu coração.
Há Inverno no teu corpo e há muito que os nossos olhos se tocam. Eu sei que me amas, mas o teu feitio vincado é tão inquieto quanto uma noite de Outono.
Não te sei ler, logo eu que adoro códigos secretos. Talvez por isso me tenha apaixonado por ti, sou complicado demais também e detesto equações lógicas, ideias que acontecem porque sim.
Não, está na tua natureza ser complicada, e na minha está a forma audaz de amar essa complicação. Nada na vida é simples e é isso que torna tudo especial.
Por isso, ofereço-te estas flores que plantei para te ver sorrir. O teu sorriso é a coisa mais simples e mais bonita que existe e embora não seja teu hábito, habitua-te, vou fazer-te rir à gargalhada, vais querer ficar até ao fim. 
Porque dentro do meu peito, vou fazer de ti o meu jardim.

 

______________________

 

Fotografia da autoria de Keina Diniz

16
Set17

[O teu olhar] Deixa-me ser o teu jardim

Carolina Cruz

Ana Ribeiro.jpg

 

Minha flor deixa-me ser o teu jardim, a tua primavera, o teu sol.
Nunca hei-de aprisionar-te ou colher-te, sei que o mundo pode ser cruel e eu quero proteger-te, mas sem controlo demasiado.
Vou conquistar-te e demorar-me nessa conquista, vou cativar-te como o Principezinho fez com a sua rosa. Concedes-me assim tamanho tesouro? O da tua amizade? 
Minha flor, a amizade é o nosso amor mais delicado,é o sentimento mais precioso da vida, é a base de tudo, sem amigos nada somos, nem uma verdadeira relação amorosa poderemos viver.
Por isso, peço-te que aceites, ninguém pode ter ou ser um amigo se não estiver disponível para dar o melhor de si, não se pode ser pela metade. Se se é amigo, tem de se ser complemente. Não há meias laranjas, não gosto de nada que não seja por inteiro.
A amizade sem compromisso, sem reciprocidade, é uma flor que murcha e eu quero que o mundo floresça, seja feliz. 
Quero-te do meu lado, mas se me concederes esse gosto, esse prazer que é tão simples, que é o de gostarmos de alguém.

 

Fotografia de Ana Ribeiro do blog "EscreViver", autora do seu mais recente livro "Ao Teu Lado

27
Jan17

[O teu olhar] Pedaços ligados

Carolina Cruz

1. Rita Fernandes Solis Photography.jpg

(fotografia da autoria de Rita Fernandes, da página Solis Photography)

 

O que me alegra nesta vida é saber que, independentemente de toda a chuva que me murcha, eu serei, sempre, a mais bela flor do teu jardim.
Sei que estou a teus pés, mas que me importa se é por ti que me ajoelho e floresço?
Eu só te quero bem e sei que tu, jamais me quererás mal. És o sol que me ilumina, eu sou a água que rega o teu jardim.
Que a tempestade nunca se quebre, porque é ela que nos mantém fortes, é ela que me faz florir, sorrir. É ela que nos torna melhores, mais tolerantes ao rio que passa e é nesse rio que todas as recordações surgem, é nesse rio que construímos quem somos.
Seremos sempre pedaços ligados de uma história comum.

 

12
Set16

Minha saudade, avô.

Carolina Cruz

p2.jpg

 

Não consigo visitar a tua alegre casinha, no seu vazio ficou triste.
Conta o segredo que ainda te amo mais do que quando partiste, a saudade é agora uma bonequinha de vidro, que temos de ter cuidado pois é difícil de moldar.
No seu jardim mora o ar carregado de um lugar teu, abandonado. No meu passado a alegre triste casinha foi sempre tua, pertencer-te-á para sempre, como no meu peito permanece o teu amor. 
O teu olhar rasgado é eterno, mais eterna é a minha saudade, avô.♥

12
Jul16

Gosto de te amar.

Carolina Cruz

39.jpg

 

 

Tudo que há em ti, floresce em mim, num ser limpo e novo.
És o meu anjo da guarda, que guarda em mim mais amor que o mundo.
O nosso amor é o jardim da primavera que não cessa de crescer, florir em sonhos. 
És a beleza do meu mundo e o sorriso que me faz ser eu e seguir em frente.
Não afastes os teus olhos dos meus, para que todos possam ver o poder do nosso olhar e como eu gosto de te amar.

21
Jun16

Agarra na minha mão

Carolina Cruz

4.jpg

 

Anda, agarra na minha mão, conta-me um segredo e sorri. Eu sorrio-te de volta, seremos cúmplices o resto da vida e o nosso sorrir será um só, infinito, enorme.
Anda, dá-me a mão, leva-me ao mais bonito jardim, desejando cada pedaço, amando cada flor.
Sente o cheiro do meu cabelo, o aroma do meu beijo e abraça-me como se tudo fosse efémero e apenas nós, fortes, resistíssemos a tudo.
Anda, vamos ser livres, deixar de pensar no amanhã, o presente é hoje. 
Eu sei quanto somos felizes, meu amor, eu sei, vamos ser ainda mais... Anda!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D