Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

22
Mar16

2 filmes de Nicholas Sparks

Carolina Cruz

45.png

 

The Last Song

Quanto dói a partida de alguém que amamos mesmo que ainda não tenhamos percebido o quanto?
Quando julgamos que tudo ao lado de alguém poderá falhar é junto dessa pessoa que a nossa vida se cria no melhor que algumas vezes vivemos. 
Não será tarde demais quando realmente nos apercebemos disso? Não de todo, já dizia alguém que "Tudo o que é bom dura o tempo suficiente para se tornar inesquecível", o importante é levar do caminho com os outros a mensagem e os dias bons e menos bons que aprendemos com os que mais amamos, se realmente existir amor, existirá de certo o perdão e então qualquer momento que se vive, por menos tempo que dure, sabe-se o quanto é importante, o quanto poderá ser inesquecível.

 

75.jpgMessage in a botle

 

Não devemos deixar nada por dizer em momento algum da nossa vida e além disso devemos evitar ter medo de sentir quando aquilo que está à flor da pele é a verdade de estarmos vivos. Por isso se tivermos medo de sentir, vivamos na mesma, porque sempre existe uma razão para acontecer, para nos apaixonarmos.
Precisamos de ficar mais longe do passado, não nos devemos prender a algo que foi nosso mas que já não é mais e que vive apenas nas nossas memórias. 
É normal que nos sintamos condenados se a vida nos falhou, mas mais importante que isso é que por mais que digamos não conseguir seguir em frente, fazê-lo, porque a vida continua. 
No entanto, independentemente de tudo isto que possamos pensar e fazer, parece que existem caminhos traçados que estão escritos e que por isso nos devemos agarrar às palavras que precisam de ser ditas antes que seja tarde.
É a mensagem do filme "Message in a bottle" com palavras que nos enchem o coração e nos arrepiam.
Um filme brilhante para românticos incuráveis! 

 

02
Mar16

3 filmes de Nicholas Sparks

Carolina Cruz

39.jpg

 A walk to remember

A rapariga dos seus sonhos era diferente de todas as outras, é como a história do velho patinho feio que no fundo tinha tanto de tão belo escondido em si que, quando a conheceu, Landon aprendeu a amar a vida, tanto quanto a amou a ela.
A rapariga dos seus sonhos foi alguém que o mudou, que o fez rumar direito ao futuro, que teve o poder e o prazer de o marcar para sempre. Pois o seu amor foi tudo de bom que o mundo lhe podia dar.
Ele respeitou-a, realizando todos os seus simples sonhos, construindo um sorriso no seu rosto, fazendo-a feliz.
O amor é isto e aquilo que nos faz aprender a amar também a vida, é o que nos mostra aquilo que somos, no melhor que cada um é.
Landon e Jamie conheceram o verdadeiro significado do mais belo sentimento e, por mais curto que tenha sido, ele durará uma vida inteira e, por isso, têm um "amor para recordar".

 The Best of me

78.jpg

A vida é um presente que nos é oferecido. Aquilo que sentimos, de verdade, nunca se esquece. E, por mais que queiramos afastar quem amamos ou enganar o destino nunca conseguimos sair a ganhar, pois ele sempre arranja uma forma de nos surpreender.
Nicholas Sparks escreve de novo uma história brilhante e diferente de todas as outras. 
Sem esquecer a magia com que trata o amor, entrega-nos a mais uma forte recordação que alguém pode ter: a primeira paixão de uma vida, que atribulada jamais se desgastou, porque o amor nos torna iguais e nada mais importa, aquilo que sentimos é o melhor de nós.
Não vale a pena pensar sobre o que pensam os outros, o amor nos conhece de coração e nos envolve na chama do melhor que podemos ser, eternamente. Porque aquilo que somos quando amamos de verdade, é a nossa essência, jamais se esquece e vive em nós, como se os anos não tivessem passado.
Só se ama verdadeiramente uma vez na vida, o amor na sua forma mais pura. Amanda e Dawson, souberam isso desde o primeiro momento, em que os seus olhos se voltaram a tocar, pois descobriram que nunca se afastaram realmente, pois o sabor do que se sente vive além de tudo… Só o destino pode falar… 

The Longest Ride

91.png

 

A maior obra-prima da nossa vida é o podermos partilhar todos os momentos bons e maus com alguém. O amor soma-nos, torna-nos melhores e mais capazes de enfrentar qualquer sacrifício, pois para amar é preciso fazermos alguns sacrifícios e ainda assim nos mantermos de pé e de coração aberto.
O amor é o que temos de mais genuíno na nossa vida, os sonhos podem durar minutos, momentos - segundos, mas o amor se for verdadeiro durará uma vida inteira. 
É o que nos conta o filme "The longest ride" que é surpreendente do ínicio ao fim. 
Este filme, história de Nicholas Sparks, interliga dois romances: um antigo (de Ira e Ruth) e um atual (de Luke e Sophia), estes dois romances ligam-se entre si, provando que não podemos deixar que o nosso amor morra se ainda vive e se é a arte do nosso coração.
Claramente é possível que duas pessoas com vidas tão diferentes sigam o mesmo rumo, basta acreditar e lutar por isso, porque se amarmos, então tudo se tornará possível à imagem da nossa alma e da nossa eterna paixão.

 

02
Nov15

[Cinema] 3 filmes de Nicholas Sparks

Carolina Cruz

Para todos os românticos incuráveis aconselho 3 filmes de Nicholas Sparks para os dias mais cinzentos:

1. Juntos ao luar

5.jpg

 

O amor vem de todo o jeito, faz-nos sentir fracos e fortes, cobardes ou corajosos mas certamente que nos faz (re)pensar sobre a vida e sobre quem nos rodeia.
Sempre ouvi dizer que o amor verdadeiro é resistível a qualquer distância, tempo, mudanças de vida, se for realmente verdadeiro é estável e perdura.
Perdura que mais não seja pelas memórias que carrega consigo, com as mudanças que nos trouxe (de novo) à vida e sobretudo pela marca gravada no nosso coração.
“Dear John” é a prova que o amor pode mudar a frieza de alguém, o jeito de lidar com as relações intra e interpessoais, a saber moldar afectos, compreender o outro e sobretudo amá-lo e dizê-lo…antes que a distância separe de novo.

 

2. Um homem de sorte 

um-homem-de-sorte-poster-nacional.jpg

 

“Toda a glória é passageira”, sentia Logan antes conhecer o seu anjo da guarda.
Ninguém vive nem morre em vão, a vida é gloriosa se não tivermos medo e lutarmos por ela.
Inicialmente Beth achou-o louco, mas logo percebeu que a sua presença tinha o seu sentido e tinha mesmo, ele mudou a sua vida para melhor e fez que nascesse de novo um sorriso e uma gargalhada bem forte que há muito estavam esquecidas. 
Ele deu a vida ao seu destino, que era a seu lado.
Aconselho, filme lindíssimo com cenários lindíssimos.

 

 

3. Um refúgio para a vida

2144736_orig.jpg

 

O amor quando nasce não se pode chamar outra coisa senão não é amor, amor é olhar por quem mais gostamos e saber quando é o tempo de estar e partir, saber como e quando se é feliz.
Quando os que mais amamos partem, tenho a certeza que estão presentes, só se vêem através do coração, como as coisas simples quando acreditamos nelas.
Precisamos de acreditar que o amor é o nosso melhor refúgio para a vida, que ele de qualquer forma, sempre existe, é preciso não procura-lo e tão pouco questioná-lo, mas sim, deixando acontecer, que o tempo, o tempo cura sempre o que é para curar, todas as feridas dão espaço a novos bons momentos e tudo o que nos magoou no passado não passam de memórias talvez boas, talvez más, mas que ficarão sempre, e nós seremos capazes de as encarar, a força é o segredo para amar, para agarrar o dia, em paz.


 

Qual destes três romances é o vosso preferido e porquê? Quero saber tudo!

22
Jun15

[Resenha Literária] Corações em Silêncio

Carolina Cruz

9722326759.JPG

 

 

O silêncio pode ser fatal quando se fala do coração. 
Precisamos de dizer o que sentimos, de pensar e refletir que o passado faz parte do que somos mas que não podemos ficar presos a ele. Porque perde-se uma vida enquanto nos apertamos na dor do que passou, sem deixar que coisas boas em nós aconteçam.
As palavras têm um significado libertador e fazem-nos crer que tudo se torna mais leve, quando na dor são partilhadas.
"Corações em silêncio" é um livro de Nicholas Sparks que aborda o desalento de se estar só mesmo acompanhado e relata a forma crua e corajosa  de como o amor nos torna e nos faz vencer.
Um romance diferente e apaixonante do autor, que nos apega e nos prega partidas com ternura.

 

 

Fonte da imagem: http://www.livrarialeitura.pt/

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D