Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gesto, Olhar e Sorriso

Palavras que têm vida.

10
Fev17

COME ON!

Carolina Cruz

oo (5).jpg

 

Desafia os teus sentidos. Aprimora os teus sabores. Sorri. Grita. Colabora com o mundo. Corre riscos. De que te vale viveres se não fores um bom vivã? Se não aproveitares o que nela há de melhor?
A vida vivida a sério está fora da tua zona de conforto, está na hora em que arriscas ter medo, em que contornas obstáculos e sacodes a poeira do teu caminho.
E esse caminho pode não ser o mais fácil, mas é por isso o melhor, aquele que te fará contar histórias de um sábio valente porque se não tiveres medo então não é coragem.
E se não viveres com coragem, mas sim com medo do amanhã, nunca serás feliz.
O segredo é viver o aqui e o agora, sem deixar que a vida passe por ti enquanto vês os programas de um domingo à tarde ou a novela da noite. Não. A vida é cada pedra no caminho em que tropeças, em que vês o nascer do dia sobre a estrada que percorres, é arriscar mudar de rumo, amar uma rosa e picares-te nos seus espinhos. É abrires fronteiras ao mundo, deixar que sejas tu a contar cada pedaço da tua história de vida, não os outros, nem precisares tu de falar desses outros.
Porque a vida é para viver ao minuto, porque ela passa e é num segundo.
Por isso, COME ON!

 

 

10
Jan17

[Resenha Literária] Coisas que nos diz o coração

Carolina Cruz

1507-1.jpg

 

O segredo é procurar, sempre, seguir o coração, é ele quem nos traz as melhores lembranças e nos faz seguir em frente.
Por vezes, quando agimos com o coração, a cabeça só atrapalha, tentando nos levar sempre por outro caminho. Embora, na maioria das vezes, quem vence é o coração.
“Coisas que nos diz o coração” é um livro para os fãs de John Green, mas a meu ver muito melhor que todos os livros do autor.
Jessi Kirby conta a história de Quinn, uma rapariga que perdeu o seu namorado Trent, num acidente de viação. Após a sua morte, os seus órgãos foram doados a várias pessoas, às quais Quinn escrevera para tentar lidar melhor com a partido do seu amado, tentando fechar um capítulo.
No entanto, o rapaz que recebeu o coração do seu namorado nunca lhe respondeu e sabendo a sua morada, Quinn procura-o, e encontra-o, conhece-o, apaixona-se e uma história de amor surge entre os dois.
Conseguirá este romance vencer a tantas omissões e segredos?
Uma história divertida que nos faz rir e chorar (por mais!).

14
Dez16

[Ficção] A minha infância passou

Carolina Cruz

421744_334307956606799_218656618_n.jpg

 

 

 

Gostava que sentisses quando os meus olhos brilham, mas nunca o soubeste, pouco te importaste e a culpa será sempre para quem reconhece o seu brilhar.
Existe mágoa por saber que por mais vezes que te abrace e te diga o quanto representas, não servirá, estarás sempre ausente.
Os meus olhos miram em segredo, em sensações e sonhos transformados, facilmente rodados.
Sentes que não cresci, porque não reparaste no meu crescimento, mas acontece que mudo constantemente todos os dias.
Fechaste tantas vezes os olhos quando a minha infância passou, em bons e maus momentos, o que me tornou no que sou hoje, sou eu, aquilo que fui e aquilo que serei e embora seja o que tu não sintas, eu quero acreditar que um dia de outra forma o será. E que nesse dia me apertes num longo abraço e faças as pazes contigo mesmo e só depois com o mundo.

20
Nov16

[Ficção] Não conheço a existência do amor

Carolina Cruz

Não conheço a existencia do amor.jpg

 

Segredaste-me ao ouvido. Um sorriso.
Tenho saudades desse segredinho. Prometeste não ficar mas ser, sentir.
Prometeste não ser igual, a ter uma razão e usar da simplicidade e com que sentido?
Nenhum, és cobarde e o que te peço é distância, afinal de contas somos diferentes… Percebi isso agora, hoje sim voltei a cair na realidade, como diz Alberto Caeiro "sei da verdade e sou feliz".
Prometi a mim mesma não voltar a verter nenhuma lágrima por amor algum, porque afinal de contas não conheço a sua existência.

 

 

(Fotografia do filme "Blue Valentine")

17
Nov16

[Ficção] Desde quando pensaste em mim?

Carolina Cruz

desde quando...jpg

 

Não, não quero olhar para trás, fizeste parte daquilo que era e já não sou. Hoje mudei, hoje sou outra.
Desde quando pensaste em mim? Onde e quando fui o teu porto de abrigo? Fui fiel demais e cansei-me, chorei e morri por dentro.
Hoje...hoje venci o medo, parte de mim avança e vence, outra parte ainda se remói por aquilo que não sou.
Até que ponto os sonhos não poderão ser manipulados? Até que ponto eles não podem mudar? Tudo na vida acontece, apenas a morte é certa sim...mas o que fica para trás dói, o que vem em frente recomeça, a força abraça o desalento, tudo passa, o bom e o mau... faz parte!
Vamos fazer da vida um presente, do futuro um segredo!

 

 

(Fotografia do filme "White bird in a blizzard")

01
Out16

Folhas caídas no chão

Carolina Cruz

18.jpg

 

Em todas as histórias das nossas vidas há sempre algo por contar, algo que não se sabe, que não se cura, marca e deixa saudade.
Há histórias guardadas em silêncio, choro, mágoa de um prazer passado, hoje só murmura o segredo, e o sorriso toma conta de algo que será sempre em vão. Teremos sempre azar quando não lutarmos pelo que acreditamos mas é frustrante quando se deu tudo e as esperanças desabam no chão como uma folha que cai num Outono gelado.
Não, custa esquecer, custa acreditar, mas hoje tirei o dia para pensar em mim, não sou o papel que se escreveu, em que se fez uma marca e se deitou fora, não, sou muito mais que isso, sou uma história com um passado contado e um futuro feito para contar, não tenho nada para oferecer nem nada por onde me agarrar mas… a vida sempre me ensinou a dar a volta por cima, a ser mais forte que qualquer obstáculo e hoje? Hoje faço-te frente, sou mais forte que a tua própria força e a minha indiferença toma conta desse esquecimento que inicialmente foi teu e hoje...é nosso.

25
Set16

Guerreira do (meu) destino

Carolina Cruz

37.jpg

 

Eu sou a guerreira do meu destino, dona da verdade que te abraça, que te diz no segredo da noite que a vida tem muito mais que tanto para nos oferecer, para sentir.
Quando o meu olhar se cruzou com o teu, as palavras disseram tudo aquilo que confidenciava o destino, segurava as tuas mãos e tinha a certeza que sempre assim seria no profundo silêncio e no mais alto grito.
Eu sou a guerreira que mora nesse abraço tão leve e no beijo que me agarra para jamais me perder.
Num sorriso prendemos a felicidade para a qual lutamos e vencemos todos os dias. 
Eu sou e serei a tua guerreira, para proteger e amar o homem da minha vida.

30
Ago16

Cada recanto de ti

Carolina Cruz

55.jpg

 

Sei de cada recanto de ti, conheço cada jeito que murmuro em segredo, para não contar a ninguém. Meu amor és o meu maior desejo e tudo o que sinto por ti é nascer de novo cada dia, sabendo que há muito mais para viver além do amor que sinto.
És a força que rasgo em meu peito e me faz sentir como nunca me senti e julgar-me melhor por isso, és como uma janela que se abre e um livro que se inventa e milhares de histórias que nos envolvem e nos fecham dentro do casulo e nos levam até ao mundo. 
Se partires leva-me contigo no peito, bem junto ao coração, que eu não sei não te ter.

20
Jun16

O segredo da vida

Carolina Cruz

1.jpg

 

Sabes qual é o segredo da vida? Amar.
Eu conheço o nome do amor e a sua essência, sei porque é que nos faz viver, tanto quanto nos já matou por dentro.
Olho para o passado e ao olhar-te dou graças a Deus porque nada deu acerto por lá. Se tal não tivesse acontecido, não tinha o prazer de te olhar nos olhos e ter orgulho em mim, por ter-te a ti. Sabes, és tudo o que me pertence.
Hoje, não me perguntes como começou, eu sei responder-te e sorrio. Hoje, hoje prefiro que me perguntes como tudo seguirá: Dir-te-ei que não terá fim, pois nosso amor é verdadeiro, é eterno, como nós.
A tua mão na minha acerta o destino e não deixa que nos traga tristeza, pois nosso olhar sorri como sorri o coração.

25
Mai16

No segredo do que somos

Carolina Cruz

64.jpg

 

Amo-te, não tenho dúvidas, como nunca amei ninguém. Sei que contigo estou segura e todos os meus sonhos têm lugar. Em ti, tenho o mundo, o desejo infinito de amar, que só quem sabe sente. Pois os meus olhos enamoraram os teus desde a primeira vez em que se tocaram e nada pode cruzar esse olhar que parece não ter fim, só o sorriso o completa, tal como as metades que se encontram em cada um de nós, onde mora a certeza de nos termos sempre, um ao outro, no segredo daquilo que somos.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parcerias

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D